Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Jovem morto a tiros em Timóteo é identificado pela PM

    Segundo a PM, a vítima já era conhecida no meio policial por tráfico de drogas e uso de entorpecentes

    Por Plox

    25/03/2021 20h13 - Atualizado há mais de 1 ano

    O jovem morto a tiros na manhã desta quinta-feira (25), no bairro São José, em Timóteo, já foi identificada pela Polícia Militar. Trata-se de João Gabriel de Souza,  de 18 anos.

    Segundo a Polícia, o jovem foi atingido nas pernas, costas, peito e cabeça. No local do crime haviam 16 cápsulas deflagradas de calibre 38. Com o jovem, foi encontrada entre sua roupa uma bucha de maconha.

    De acordo com relatos de testemunhas que estavam próximas ao local, João Gabriel gritava dizendo várias vezes “não fui eu”.

    Segundo a PM, a vítima já era conhecida no meio policial por tráfico de drogas e uso de entorpecentes. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ipatinga.

    Acontecido

    Na tarde desta quinta-feira (25), por volta de 11h40, um jovem foi assassinado com vários tiros na cabeça na rua Floriano Peixoto, próximo à igreja Assembleia de Deus, no bairro São José, em Timóteo-MG. Segundo informações, a morte foi por causa de briga entre gangues na região.

    De acordo com a PM, o Centro de Operações Policiais recebeu denúncias sobre um indivíduo baleado na rua Floriano Peixoto, nas proximidades da Igreja Assembleia de Deus.

    Testemunha alegou que dois indivíduos encapuzados em um veículo, aparentando ser um Gol, de cor branca, abordaram a vítima e efetuaram vários disparos e fugiram em seguida.

    Segundo informações preliminares apuradas pelo Plox, a vítima teria sido identificada como João Gabriel, de 18 anos, morador do bairro Ana Rita. A motivação do crime seria uma briga entre gangues que está acontecendo na região.

     Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e o Corpo de Bombeiros estiveram no local, más somente foi possível constatar a morte do jovem.

     

     

    Foto: Reprodução WhatsApp
    Foto: Reprodução WhatsApp

     

    A área da ocorrência foi isolada para a perícia da Polícia Civil realizar os trabalhos de praxe. A Polícia Militar também está no local para fazer o registro. Este já é o sétimo homicídio registrado na cidade neste ano.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]