Condenado por estupro, Daniel Alves obtém liberdade provisória após fiança

Ex-jogador é solto em Barcelona enquanto aguarda recurso da condenação por agressão sexual

Por Plox

25/03/2024 13h35 - Atualizado há 4 meses

Na manhã de 25 de março de 2024, Daniel Alves conquistou sua liberdade provisória, deixando a prisão de Brians 2, localizada a cerca de 40 quilômetros de Barcelona. Sua saída se deu após o pagamento de uma fiança de 1 milhão de euros, aproximadamente R$ 5,4 milhões, determinada pela Justiça espanhola. Alves estava detido preventivamente desde janeiro de 2023, após ser acusado de estuprar uma mulher em uma boate espanhola. Após quase 15 meses de prisão e tendo tido quatro pedidos de liberdade negados anteriormente, a situação do ex-jogador tomou um novo rumo quando a Audiência Provincial de Barcelona aceitou seu pedido de liberdade provisória na última semana.

Foto|: reprodução TV

O caso de Alves ganhou um novo capítulo com a decisão da Justiça de permitir que ele aguardasse o julgamento de seu recurso em liberdade, uma sentença que veio após sua condenação inicial a quatro anos e meio de prisão pelo crime de agressão sexual. No entanto, esta decisão não é final, já que o Ministério Público de Barcelona apresentou um recurso no sábado, 23 de março, solicitando que o ex-jogador retornasse à prisão. A deliberação sobre este pedido ainda está pendente.

 

Acompanhado de sua mãe, advogada e um amigo, Daniel Alves deixou a instalação prisional e foi visto entrando em um veículo preparado pela sua família, com destino a uma residência que possui em um bairro nobre de Barcelona. Embora a defesa do ex-jogador não tenha divulgado seus planos imediatos após a liberação, sua liberdade provisória marca um momento significativo em seu longo processo judicial. Enquanto isso, a Justiça espanhola continua a revisar o caso, aguardando a análise do recurso apresentado pela promotoria contra a liberdade provisória de Alves.

Destaques