Índice de crimes de estelionato tem aumento em Ipatinga, Fabriciano e Timóteo

Levantamento da Polícia Civil mostra crescimento de casos na região do Vale do Aço

Por Plox

25/03/2024 14h12 - Atualizado há 4 meses

Ipatinga, uma das principais cidades do Vale do Aço, em Minas Gerais, registrou um aumento significativo nos índices de estelionato, de acordo com um levantamento realizado pelo 12º Departamento de Polícia Civil do estado. O estudo, que analisou dados de 2020 a 2023, identificou um crescimento de casos na cidade, assim como em Coronel Fabriciano, Timóteo, João Monlevade, Ponte Nova e Manhuaçu, em comparação aos anos anteriores.

Foto: reprodução

 

O crime de estelionato, definido pelo artigo 171 do Código Penal como a obtenção de vantagem ilícita, em prejuízo alheio, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento, teve sua maior taxa de incidência registrada em Itabira, com 95,37 para cada grupo de 10 mil pessoas. Em contraste, Piedade de Ponte Nova apresentou o menor índice, com 17,6 ocorrências por cada grupo de 10 mil habitantes.

Foto: arquivo Plox

 

Apesar do aumento observado em algumas cidades, houve também uma redução, ainda que pequena, nos índices de Caratinga e Itabira, quando comparados os dados de 2022 e 2023. Este cenário desperta preocupação nas autoridades locais e reforça a necessidade de medidas preventivas e de conscientização por parte da população.

O Delegado Geral Gilmaro Alves Ferreira, chefe do Departamento, enfatizou a importância da representação das vítimas de estelionato nas unidades policiais, para que as ações judiciais possam ser iniciadas. Além disso, destacou algumas recomendações para que a população possa se proteger de golpes, especialmente aqueles realizados por meios virtuais, como o cuidado com links recebidos via WhatsApp ou SMS, a desconfiança em ofertas imperdíveis, a importância de não fornecer dados pessoais a terceiros, e a prática de sempre utilizar canais oficiais de pagamento.

Foto: Reprodução

 

As autoridades reiteram que a prevenção e a informação são ferramentas cruciais no combate ao estelionato. Além disso, enfatizam a importância de registrar um Boletim de Ocorrência em caso de ser vítima de algum golpe, contribuindo assim para o combate a essa modalidade criminosa, que tem se adaptado e se expandido por meio do uso da internet.

Destaques