Violência após desavença em bar resulta em morte de irmão do maior traficante de MG

Confronto noturno leva à tragédia em estabelecimento local

Por Plox

25/03/2024 08h09 - Atualizado há 4 meses

Durante uma noite de domingo, um grave incidente resultou na morte de duas pessoas no bairro Tupi B, região Norte de Belo Horizonte. O confronto, originado de uma briga em um bar na noite de 24 de março, também deixou dois feridos. Entre os falecidos, estava Cleiton Peixoto, de 49 anos, irmão de Roni Peixoto, considerado um dos maiores traficantes de Minas Gerais, morto em abril de 2022.

Foto: Reprodução/TV Globo

desentendimento em campo de futebol leva a tragédia em bar

Segundo relatos de testemunhas e sobreviventes, o embate começou durante uma partida de futebol no campo do Tupinense, onde Roni Peixoto atuava como diretor. Após um desacordo sobre a divisão de uma conta na área comercial do campo, um indivíduo se armou e retornou ao local, ameaçando Cleiton Peixoto após uma luta corporal. O grupo decidiu mudar de local para evitar mais conflitos, dirigindo-se a outro bar no mesmo bairro. Foi nesse novo estabelecimento que a situação escalou, resultando em um ataque a tiros por dois indivíduos em uma motocicleta, visando Cleiton Peixoto, mas atingindo também outras pessoas presentes.

Ao chegarem no local, as autoridades encontraram Cleiton Peixoto e um homem de 46 anos já sem vida. Outros dois homens, com 36 e 53 anos, foram feridos no ataque e prontamente socorridos. A Polícia Militar coletou descrições dos suspeitos e iniciou uma busca pelo responsável.

investigação e consequências do ataque

A perícia constatou que Cleiton Peixoto foi atingido fatalmente com três tiros na cabeça e múltiplos disparos nas costas, enquanto a segunda vítima fatal sofreu um tiro no braço que atingiu o coração. Cartuchos de pistola calibre 9mm foram encontrados no local do crime. Os corpos foram encaminhados ao IML, e a polícia prossegue na tentativa de localizar e prender o suspeito do crime.

Destaques