Vitória brasileira sobre a Sérvia garante segunda vitória na Liga das Nações de Vôlei

Equipe brasileira se destaca com formação diferente e jovem talento no Rio de Janeiro

Por Plox

25/05/2024 12h18 - Atualizado há 25 dias

O Brasil alcançou sua segunda vitória consecutiva na Liga das Nações de Vôlei (VNL) nesta sexta-feira (24), ao vencer a Sérvia por 3 sets a 1 (25/21, 25/20, 22/25 e 25/22) no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. A seleção brasileira apresentou uma nova formação, destacando-se pela ofensiva eficaz e a performance do jovem oposto Darlan.


Foto: FIVB

Destaque para jovens talentos

Utilizando a VNL como preparação para os Jogos Olímpicos, o técnico Renan Dal Zotto optou por testar novos jogadores. O levantador Cachopa foi titular pela primeira vez, e os ponteiros Leal e Maurício Borges entraram de rede, enquanto o central Judson também teve sua primeira oportunidade. Sob a distribuição precisa de Cachopa, Darlan brilhou, sendo o maior pontuador da partida com 22 pontos. Leal e Borges contribuíram com 17 e 14 pontos, respectivamente, utilizando uma variedade de ataques que desestabilizaram a defesa sérvia.

Darlan, de 20 anos, comentou sobre a experiência: "Com o tempo a gente ganha confiança. O grupo é muito unido, e isso ajuda bastante. Eu sou o mais novo, então me deixam livres para sacar e atacar. Esse clima no Maracanãzinho é muito confortável para a gente e temos que crescer ao longo do campeonato. Sabemos que vai ser difícil".

Resistência sérvia e estratégia brasileira

A Sérvia, conhecida por seu saque agressivo, pressionou a equipe brasileira ao longo do jogo. Em certos momentos, a linha de passe brasileira oscilou, permitindo que os sérvios voltassem à partida. No entanto, no set decisivo, o Brasil ajustou sua estratégia, forçando o saque e conseguindo uma vantagem crucial nos momentos finais. O bloqueio brasileiro também se destacou, pontuando 10 vezes e ajudando a segurar a reação adversária.

Próximo desafio

Encerrando a primeira semana desafiadora da competição, o Brasil enfrentará a Itália no domingo (26), às 10h, em um dos maiores clássicos do vôlei mundial. Esta partida será crucial para manter o ritmo positivo e a confiança do time na VNL.

Destaques