VÍDEOS: Rússia ataca novamente Kharkiv e deixa uma pessoa morta

Ofensiva russa causa destruição e morte na segunda maior cidade ucraniana

Por Plox

25/05/2024 13h14 - Atualizado há 25 dias

Na manhã deste sábado (25), a Rússia lançou mais um ataque contra Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia. O alvo foi um hipermercado em uma área residencial, que acabou incendiado, resultando na morte de pelo menos um civil e ferindo outras quatro pessoas, conforme informou o governador regional Oleh Syniehubov.

Vídeo: 

 

Ofensivas intensificadas e reação ucraniana

Há duas semanas, as forças russas intensificaram suas ofensivas em Kharkiv, iniciadas no começo de março. Embora o presidente ucraniano Volodimir Zelensky tenha declarado na sexta-feira (24) que a situação estava sob controle, o ataque deste sábado mostra a continuidade da agressão. Zelensky informou que "mais de 200 pessoas poderiam estar dentro do hipermercado" no momento do ataque, conforme declarou em seu canal no Telegram.

Foto: reprodução vídeo / X

 

O coronel Igor Projorenko, oficial do Estado-Maior ucraniano, havia dito anteriormente que "as forças de defesa ucranianas pararam as tropas russas no setor de Kharkiv e estão realizando ações contraofensivas". No entanto, horas depois, o ataque ao hipermercado demonstrou que a ameaça russa permanece.

Foto: reprodução vídeo / X

 

Kharkiv: importância estratégica e resistência

Além de ser a maior cidade da Ucrânia após a capital Kiev, Kharkiv é um importante centro industrial e científico. A cidade também se tornou um símbolo da resistência ucraniana na guerra. Uma vitória russa na região representaria um grande impacto no contexto geral do conflito.

Vídeo: 

 

Situação atual do conflito na Ucrânia

De acordo com o Instituto para o Estudo da Guerra, think tank dos Estados Unidos, a situação na Ucrânia é crítica. As forças russas avançam principalmente nos arredores de Kharkiv, com incursões no norte e nordeste da cidade. No leste, a dominação russa quase total da região permite múltiplas direções de avanço, incluindo Avdiivka, em Donetsk.

Destaques