Bolsonaro revoga decreto que flexibiliza porte de arma

25/06/2019 14:02

A decisão foi publicada em uma edição extra do Diário oficial da União

Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro decidiu revogar o decreto que facilitou o porte de armas de fogo, na tarde desta terça-feira (25). O anúncio da decisão foi feito pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Mais cedo o porta-voz da República, Otávio Rêgo Barros, anunciou que não irá revogar os decretos que flexibilizam as regras sobre ter direito ao porte de armas e munições, mas nesta terça foi publicada uma edição extra do "Diário Oficial da União" que oficializou o recuo do governo.

Além da revogação deste decreto, Bolsonaro editou outros três novos decretos referentes às armas.

Decreto 9.844: regulamenta lei sobre sobre a aquisição, o cadastro, o registro, o porte e a comercialização de armas de fogo e de munição e sobre o Sistema Nacional de Armas e o Sistema de Gerenciamento Militar de Armas

Decreto 9.845: regulamenta lei sobre a aquisição, o cadastro, o registro e a posse de armas de fogo e de munição.

Decreto 9.846: regulamenta lei sobre o registro, o cadastro e a aquisição de armas e de munições por caçadores, colecionadores e atiradores.
 

(Atualizada 16h17)

Foto: Agência Brasilwdol abr 07051915210



Publicidade