Fabriciano recebe visita da Eletrobras para iniciar os trabalhos de iluminação de LED na Magalhães Pinto e Geraldo Ináci

25/06/2019 09:50

A avaliação faz parte do programa que vai modernizar a iluminação dos dois principais corredores viários de Fabriciano: avenidas Magalhães Pinto e Geraldo Inácio 

Publicidade

A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança Urbana Planejamento e Meio Ambiente, recebeu nesta segunda-feira, 24, a visita de técnicos da ELETROBRAS para acompanhar as medições de potência das luminárias existentes.  A avaliação faz parte do Programa de Eficiência Energética – Procel Reluz, que vai modernizar a iluminação dos dois principais corredores viários de Fabriciano: avenidas Magalhães Pinto e Geraldo Inácio. 

O Procel - Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica é do Governo Federal, coordenado pelo Ministério de Minas e Energia – MME e executado pela ELETROBRAS. Foi instituído em 30 de dezembro de 1985, pela Portaria Interministerial n° 1.877, para promover o uso eficiente da energia elétrica e combater o seu desperdício.

(Foto: divulgação)(Foto: divulgação)

Mais de 5 mil municípios participaram do chamamento público, e Coronel Fabriciano foi um dos 22 a nível nacional escolhido para receber as novas luminárias de LED. A Lei 13280/2016  possibilita o repasse de recursos para ações de eficiência energética. Mais de meio milhão de reais foram destinados pela ELETROBRAS e serão aplicados integralmente na troca das lâmpadas de vapor de sódio por Led, que são mais eficientes e econômicas. São 220 pontos de iluminação na Avenida Magalhães Pinto e outros 47 pontos na Geraldo Inácio. 

(Foto: divulgação)(Foto: divulgação)

Para o Secretário de Governança Urbana Planejamento e Meio Ambiente, além da melhoria da segurança pública, a economia também é um ponto a se destacar. “Apenas com a melhoria da iluminação das avenidas, o município estima uma economia de R$ 100 mil ao ano, possibilitando o investimento em outras vias do município. Após a constatação da eficiência energética, o município pode em contrapartida solicitar junto à CEMIG a diminuição na taxa de energia, ajudando o cidadão a pagar menos na tarifa da conta de luz”, ressalta.
 ​(Foto: divulgação)(Foto: divulgação)

FASES DO PROJETO

“O projeto consiste em várias etapas que são rigorosamente monitoradas: chamamento público; processo de escolha dos municípios, primeira visita in loco para constatar se as informações apresentadas no processo seletivo são verídicas; segunda visita in loco para a medição inicial da economia, juntamente com a empresa licitada; aquisição; implantação e terceira visita in loco para medição final da economia obtida” explica o Analista de Arquitetura da Eletrobras, Daniel Delgado.

(Foto: divulgação)
(Foto: divulgação)



Publicidade