Lava Jato denuncia o advogado Frederick Wassef por peculato e lavagem de dinheiro

Procuradores teriam encontrado movimentações suspeitas de recursos supostamente desviados da Fecomércio-RJ

Por Plox

25/09/2020 17h36 - Atualizado há cerca de 1 mês

A Lava Jato do Rio de Janeiro denunciou nesta sexta-feira (25), o advogado Frederick Wassef, por peculato e lavagem de dinheiro. Ele já atuou em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e do seu filho mais velho, o senador Flávio Bolsonaro (PRB).

De acordo com a denúncia, os procuradores encontraram movimentações suspeitas de recursos supostamente desviado da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ).

Na denúncia, também constam os nomes do empresário Marcelo Cazzo, do ex-presidente da Fecomércio-RJ; Orlando Diniz, e das advogadas Marcia Carina Castelo Branco Zampiron e Luiza Nagib Eluf.

Frederick WassefFoto: Imagem reprodução Twitter

 

A Lava Jato afirma na denúncia, que houve contratações com escopo contratual falso, “pois ou os serviços arrolados não foram prestados ou foram prestados no interesse exclusivo de Orlando Diniz (então presidente da Fecomércio), para, por exemplo, a perseguição de adversários pessoais”.

Existe a suspeita de que Diniz teria pedido a Wassef para abrir investigações na polícia do Rio de Janeiro, contra desafetos do ex-presidente da Fecomércio.
 

PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2020