Diplomata britânico, de 37 anos, morre após contrair coronavírus

26/03/2020 07:25

Amigos e o governo britânico lamentam a morte; era mais jovem do que a faixa etária considerada de risco

O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido informou que faleceu aos 37 anos, na terça-feira (24),  após contrair o Covid-19, o diplomata Steven Dick.
 
Ele era o vice-chefe de missão da embaixada britânica em Budapeste, Hungria.
 
O secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, Dominic Raab, lamentou a morte do compatriota: "Estou desesperadamente triste com a notícia da morte de Steven e meu coração está com seus pais, Steven e Carol".
 
O secretário também destacou a competência do representante britânico.
"Steven era um diplomata dedicado e representava seu país com grande habilidade e paixão. Sentirá sua falta por todos aqueles que o conheceram e trabalharam com ele".
 
Segundo a biografia de Dick no site do governo do Reino Unido, ele ingressou no Ministério das Relações Exteriores em 2008 e também trabalhou em embaixadas britânicas em Riad e Cabul.
 
Ele também trabalhou no Departamento de Digital, Cultura, Mídia e Esporte do governo do Reino Unido.
 



Publicidade