Aprovado tratamento que aumenta libido em mulheres com transtorno sexual

26/06/2019 15:25

Um total de 1.247 mulheres em pré-menopausa passaram por testes de maneira controlada

Publicidade

A agência reguladora norte-americana FDA (Administração de Alimentos e Remédios dos Estados Unidos) aprovou um medicamento que trata mulheres com problemas de libido baixa. O tratamento leva o nome Vyleesi.

tratamento

Usuária o injeta na coxa ou na região do abdômen 45 minutos antes da relação sexual- Foto: Divulgação


Para dar início à liberação do remédio, 1.247 mulheres em pré-menopausa passaram por testes de maneira controlada. Dessas, 212 sentiram um aumento da libido sexual, já outras 436, perceberam diminuição da irritação exagerada causada pelo baixo desejo sexual. O medicamento é indicado para mulheres que normalmente estão na pré-menopausa, que foram diagnosticadas com Transtorno do Desejo Sexual Hipoativo (TDSH), quando os hormônios femininos sexuais sofrem uma baixa.  O remédio age aumentando a excitação neural. 

A usuária do Vyleesi o injeta na coxa ou na região do abdômen 45 minutos antes da relação sexual. A recomendação é de que a mulher utilize apenas uma dose do medicamento, em intervalos de 24 horas, por um período até oito meses. O tratamento deve ser interrompido se a usuária não notar que tem obtido resultados. Dor de cabeça, náusea e vômito foram alguns efeitos adversos observados. O produto também pode aumentar a pressão arterial, não sendo indicado para mulheres com problemas cardíacos ou com pressão alta.
 

Atualizada às 8h39



Publicidade