Salário das mulheres em 2017 teve mais reajuste que o dos homens

26/06/2019 11:06

Ainda assim, o sexo feminino tem uma média salarial menor que a dos homens em 20,74%

Publicidade

De 2016 para 2017, o salário das mulheres nas empresas no país teve um aumento de 5,66%, o que representa um percentual maior de ajuste que a média salarial dos homens, que aumentou 4,4% no mesmo período. Enquanto a média da brasileira aumentou naquele período de R$ 2.418 para R$ 2.555, o do brasileiro saiu de R$ 2.955 e foi para R$ 3.086. Os números foram divulgados nesta quarta-feira, 26 de junho, pelo Cadastro Central de Empresas (Cempre), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Salário das mulheres

Pesquisa traçou um panorama em relação à remuneração das mulheres e dos homens- Foto: Pixabay


Ainda assim, o sexo feminino tem uma média salarial menor que a dos homens em 20,74%. Ainda em 2016/2017, o crescimento real das remunerações foi de R$ 2 716,20 para R$ 2 848,77, o que representa um percentual de 4,9%. Levando em consideração o salário mínimo pago em 2017 (R$ 937), a média entre as brasileiras foi de 2,7 salários mínimos, enquanto que o dos brasileiros foi de 3,3. A pesquisa aponta ainda que das pessoas assalariadas, apenas 44,6% eram mulheres, enquanto 55,4%, homens.


O Cempre é uma pesquisa afere dados todos os anos, a partir das levantamentos econômicos anuais do IBGE nas áreas de indústria, comércio, construção e serviços, e de registros administrativos. 

Atualizada às 12h22



Publicidade