Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Fabriciano é primeira cidade do Brasil com 95% dos idosos imunizados com 1ª e 2ª doses contra covid-19

    A estratégia do município foi de imunizar os idosos primeiro, certo de que este era o público mais vulnerável às complicações da covid-19

    Por Plox

    26/07/2021 19h55 - Atualizado há 3 meses

    Coronel Fabriciano atingiu nesta semana a imunização completa de 94,98% dos idosos acima dos 60 anos de idade. A cidade é a primeira do país a alcançar este índice de imunização completa. O dado leva em conta a aplicação da 1ª e 2ª doses em mais de 15 mil pessoas, segundo números da Secretaria de Governança da Saúde. A priorização do público idoso desde o início da pandemia possibilitou ao município ter controle sobre a aplicação das doses e o atendimento domiciliar do público alvo com agendamento da 2ª dose com dia e hora marcados.

    Segundo o secretário de Governança da Saúde, Ricardo Cacau, a estratégia do município foi de imunizar os idosos primeiro, certo de que este era o público mais vulnerável às complicações da covid-19. O trabalho domiciliar manteve os idosos em casa e evitou aglomerações nas unidades de saúde. Um batalhão de Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) foi de casa em casa cadastrando os idosos, identificando as residências e agendando os atendimentos.

    “O trabalho dos vacinadores foi facilitado pelos agentes e com isso nós conseguimos vacinar rápido. Quem ficou para trás foi sendo agendado com calma e agora podemos comemorar um índice de cobertura espetacular com grande impacto na proteção dessas pessoas”, disse Cacau.

    Segundo Cacau o levantamento estatístico foi importante para planejar as etapas seguintes da campanha de imunização e garantir a reserva das doses de retorno. A 2ª aplicação é feita na sala especial de vacinas montada no Centro Administrativo Mariano Pires Pontes, no bairro Bom Jesus. “Nós não usamos a dose de reforço na primeira imunização. Ela é guardada. O diferencial da nossa campanha é o planejamento. Todos os nossos moradores são cadastrados e temos endereço e o CPF de todos. Nós avançamos com qualidade, garantia e segurança”, disse.

    A cobertura vacinal dos idosos refletiu no número de pacientes internados ou que vieram a óbito no hospital Dr. José Maria Morais. Nos últimos três meses houve uma queda acentuada na ocupação de leitos UTI Covid por idosos. O prefeito, Dr. Marcos Vinicius, diz que a imunização completa dos idosos antes da chegada do inverno foi uma estratégia pensada para evitar complicações no período em que já era aguardado um aumento nas contaminações. O próximo passo, segundo o prefeito, é preservar a saúde de outra faixa vulnerável. “Vamos agora garantir a segunda dose para as pessoas com comorbidades. Estamos bem adiantados e estamos conscientes de que este avanço vai ser importante”, disse.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]