Ipatinga

bichos

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Gestão Ambiental resgata réptil ameaçado de extinção em frente de obras

    Uma espécime de Leposternon sp, conhecida por cobra-de-duas-cabeças.

    Por Plox

    26/07/2021 14h45 - Atualizado há 3 meses

    A equipe da Gestora Ambiental que realizou o resgate de fauna e flora, para construção da nova ponte sobre o Ribeirão Prainha, na BR-381/MG, encontrou, resgatou e deu um novo habitat para um espécime de Leposternon sp., conhecida por cobra-de-duas-cabeças. Isso aconteceu em em 14 de junho, quando se iniciou a retirada das árvores cortadas da área de intervenção e começaram a entrada de máquinas no local.  

    A equipe de resgate de fauna e flora faz parte do consórcio Skill-MPB Engenharia, contratado pelo DNIT para a gestão e supervisão ambiental nas obras de duplicação na rodovia federal. o animal foi encontrado na frente de obras para remoção da antiga estrutura da ponte Engenheiro Mascarenhas Barbosa Roscoe, localizada entre os quilômetros 315 e 316 e construção da nova travessia do Ribeirão Prainha.  

     

    Foto: Divulgação

     

    O animal de hábito fossorial, isto é, está adaptado a cavar e a viver debaixo do solo, estava na terra que era retirada para abertura de novos caminhos de acesso. Assim que o réptil foi avistado, o trabalho foi paralisado para que a cobra-de-duas-cabeças fosse resgatada com segurança. O nome popular “cobra-de-duas-cabeças” é atribuído a todos os répteis da Família Amphisbaenidae por apresentarem uma cauda arredondada que se assemelha morfologicamente a uma cabeça, uma adaptação resultante do hábito escavador e à vida subterrânea que estes animais têm.  

     

    Foto: Divulgação

     

    Durante o resgate do animal novas informações a respeito das “cobras-de-duas-cabeças” foram passadas para os trabalhadores, para esclarecer dúvidas e os mitos que rondam este grupo animal inofensivo, que se alimenta de pequenos invertebrados (minhocas, insetos, vermes) e não é peçonhento, ou seja, não trazem riscos para a saúde humana. 

    O animal foi resgatado sem nenhum ferimento e não demonstrou nenhuma agressividade durante o seu manejo. Para evitar o estresse do animal, assim que resgatado, ele foi levado para uma área próxima do local onde foi encontrado e solto em um ambiente com as mesmas características de onde foi encontrado.  

    A estrutura da antiga ponte Engenheiro Mascarenhas Barbosa Roscoe foi removida no sábado, 17, para construção de uma nova travessia.  

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]