Primeiro beijo pode determinar intensidade da relação

26/08/2019 09:35

Estudo da Universidade de Oxford revelou que beijar ajuda a identificar os potenciais parceiros

Publicidade

Para muitas pessoas, o primeiro beijo não passa de uma forma de expressar os desejos, mas para a sexóloga e consultora Carla Cecarello, “o primeiro contato é o momento em que você aprende a conhecer um pouco o outro. Mesmo que seja um relacionamento casual, pelo beijo a pessoa pode, muitas vezes, detectar qual é a ‘pegada’ da outra pessoa. Isso pode determinar a intensidade da relação”.

Após entrevistar 900 pessoas e questionar a importância do beijo para as pessoas, especialistas da Universidade de Oxford, revelou que beijar ajuda a identificar os potenciais parceiros. Num relacionamento, o beijo pode ter a capacidade de manter o amado (a) na relação.

beijo

Primeiro beijo pode determinar como será a relação do casal- Foto: Pixabay

O beijo, antes do sexo, é o contato mais íntimo (e o primeiro) de um casal. A blogueira Kalina Amaro diz que “casais distantes, que empurram o relacionamento com a barriga e que se limitam a beijinhos automáticos e mecânicos, têm muito a ganhar quando passam a trocar beijos espontâneos e cheios de desejo”.

Ainda conforme Carla Cecarello, o beijo para mulheres e homens é visto de maneiras um pouco diferentes. No caso das mulheres, o ato é uma maneira de “conhecer a pegada desse homem”, já no caso deles, a verdade é que se “vê o beijo como um trampolim para aquecer outras partes”.

Segundo pesquisadores da Universidade de Connecticut (EUA), que ouviram 738 estudantes sobre o primeiro beijo, pessoas que o adiaram, podem estar se preparando para dificuldades de ajustamento sexual mais tarde na idade adulta. “Além disso, não ter sido beijado no momento em que isso é normativo poderia indicar um padrão maior de inibição e afastamento de relações íntimas. Não é apenas não normativo retardar o beijo na idade adulta jovem, mas também pode ser prejudicial à saúde”, diz Eva Lefkowitz.
 

Atualizada às 11h09



Publicidade