Pombo cor-de-rosa belorizontino viraliza e gera debate na internet

26/10/2019 09:39

Publicidade

Coisas inusitadas costumam prender a atenção de muitas pessoas e gerar longos debates na internet. O debate da vez é um pombo cor-de-rosa que vem se destacando em Belo Horizonte.

ndiceFoto: Arquivo Pessoal / Yuri Senna

Tudo começou quando o usuário do Twitter @sennacec (Yuri Senna) postou uma foto do bichinho ao lado de outro pombo de coloração normal nos arredores da estação de metrô Carlos Prates. Outro usuário que relatou a aparição do pombo foi Guilherme Barros, que o filmou para ajudar a comprovar que esse animal diferenciado é real.

TweetFoto: Reprodução / Twitter

Não demorou muito para aparecerem pessoas que também o viram por lá nas respostas do “tweet”, além dos “especialistas” e “teóricos”. As teorias variam,  entre muitas outras, destacam-se as teorias sobre espécies raras e que vivem em lugares remotos, teorias sobre pombos pintados e soltos em festas de casamento, pombos usados em truques de mágica e até mesmo que “alguém fez maldade com o rato que voa”, como afirmou outro usuário da rede. O fato também acabou rendendo muitas piadas, de diversos tipos, como "flamingo rebaixado", "pombo do outubro rosa" e outros.

tweet2Foto: Reprodução / Twitter

Perguntado sobre a repercussão, Yuri disse que “nem iria postar a foto, mas acabou postando e ficou assustado com a proporção que o debate sobre o pombo tomou”.

Bom, a única coisa certa sobre esse mistério é que o pombo rosa é um verdadeiro sucesso no Twitter, acumulando até o fechamento desta matéria mais de 2 mil compartilhamentos e quase 15 mil curtidas.  

Inglaterra

Apesar de inusitado, a aparição destes pombos cor-de-rosa não é inédita. Na terra da rainha, entre 2014 e 2015, muitos outros pombos rosados começaram a aparecer em diversas localidades. Assim como em Belo Horizonte, o debate sobre a origem e o motivo da coloração se espalhou pela internet e, apesar do mistério, houve um caso com o motivo revelado.

sfw bn pinkpigeonspotted 04 Foto: Corin Messer/BNPS

Em Eastville, Bristol, o criador de pombos Sher Singh, que tinha 39 anos na época do ocorrido, contou ao Bristol Post que pintou os bichinhos para confundir seus predadores. “Eu coloquei essa cor para os Falcões ficarem confusos. Eles veem as cores, mas não veem o rosa muito bem”, afirmou.

 



Publicidade