8 profissões que se reinventaram em 2020

Ao longo dos anos, as profissões vão se ajustando ao tempo. Novas tecnologias são criadas, assim como novas necessidades

Por Plox

26/10/2020 17h47 - Atualizado há cerca de 1 mês

Ao longo dos anos, as profissões vão se ajustando ao tempo. Novas tecnologias são criadas, assim como novas necessidades. No mundo do trabalho sempre foi necessária uma adaptação ao tempo. Enquanto alguns trabalhos desaparecem lentamente, outros passam por um processo de reinvenção, sem perder a sua essência. Com alguma adaptação, notadamente ligada à tecnologia, é possível seguir em frente e continuar prestando um bom serviço.

O ano de 2020 passa por um período inédito para esta geração. A pandemia do coronavírus afastou as pessoas do contato pessoal, fechou o comércio e estabeleceu novas rotinas. Algumas profissões devem ganhar espaço nos próximos anos, mesmo depois que a crise sanitária estiver controlada. A mudança está em andamento e não é possível prever o que vem pela frente. Mas já dá para ter uma ideia. Listamos aqui 8 profissões, que, com alguns ajustes, já vivem um período de reinvenção.

Futuro das profissões em 2020

1) Professores

Com as escolas fechadas, o conhecimento migrou para a Internet. Professores tiveram de migrar as suas aulas presenciais para a tela e essa é uma tendência que veio para ficar, principalmente entre os adultos. Muita gente vai investir o tempo que ganhou sem precisar se deslocar pela cidade em conhecimento e aperfeiçoamento profissional. Com isso, cursos e aulas online ganham espaço.

 

2) Médicos

Durante a crise sanitária, a categoria precisou se adaptar e impulsionar o uso da telemedicina, que se já existia, passou a ser protagonista durante o período de isolamento social. Ela é utilizada para a realização de consultas com menor grau de complexidade. O médico pode trabalhar de casa e o paciente ter acesso a um profissional de saúde por meio da tela do computador. Os profissionais tiveram de se adaptar à tecnologia, que parece ter vindo para ficar neste setor.

 

3) Enfermeiros

Em um passado recente, nunca os enfermeiros foram tão necessários e procurados. A pandemia do coronavírus vai fazer com que muitos protocolos sejam alterados e a capacitação será cada vez mais importante. Se boa parte delas acontecerá nos próprios hospitais, a busca pelo aperfeiçoamento profissional passará também por cursos, sejam presenciais ou online.

 

4) Entregadores

Nos últimos anos os entregadores também viveram uma mudança intensa na sua rotina, com a chegada dos aplicativos. Se antes muitos ficavam parados na porta de um restaurante, à espera dos pedidos, hoje conseguem prestar serviço para um número infinito de estabelecimentos. Seja para levar um almoço, um documento ou a entrega de um produto comprado em uma loja física.

 

5) Motoristas

Outra categoria que está em evidência é a dos motoristas. Com mais gente trabalhando em casa e um menor número de deslocamentos, muita gente tende a abandonar os carros, principalmente nas grandes cidades. Isso faz com que as profissões de motoristas de aplicativo, taxistas e motoristas particulares ganhem espaço. Aqui, a capacitação, para um bom atendimento, faz toda a diferença. Ficar parado no tempo não é um bom negócio nessa área.

 

6) Profissionais de limpeza

Os serviços de limpeza também passam por um momento de mudanças profundas. Um exemplo está nos protocolos assinados por setores do comércio com as prefeituras, para a reabertura das lojas. Esses protocolos contam, antes de mais nada, com mudanças significativas na limpeza dos espaços. Mesmo a limpeza doméstica, com as pessoas mais tempo em casa, exigirá dos profissionais do setor cuidados adicionais.  

 

7) Artistas

O setor cultural, sem dúvida, foi um dos mais impactados pela crise do coronavírus. E talvez seja o que mais vai demorar para se adaptar aos novos tempos. Os músicos encontraram um refúgio na Internet, ainda que para os menos conhecidos seja mais difícil monetizar o trabalho. Pintores, artistas plásticos e artesãos têm um aliado no comércio online. Alguns colocam projetos em plataformas de financiamento coletivo, com bons resultados.

 

8) Profissionais de educação física

Com mais tempo em casa, é comum que as pessoas se preocupem com a saúde física. Fazer exercício dentro do lar passou a fazer parte da rotina de muita gente. Mas todo mundo sabe que é difícil ter uma boa atividade sem a ajuda de um profissional. E nos últimos meses, muitos professores e personal trainers estão atendendo pela Internet. Essa está entre as profissões que devem ganhar força nos próximos anos, com o aperfeiçoamento das aulas online.

Fonte: https://www.terraempresas.com.br/blog/8-profissoes-que-se-reinventaram-em-2020/?cdConvenio=CVTR00002025utm_source=Terra&utm_medium=espacos-editoriais&utm_campaign=Inbound&utm_term=terra-empresas&utm_content=blogpost
PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2020