Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Ditador Lukashenko, aliado de Putin, diz que sanções contra Rússia empurrarão mundo para guerra nuclear

    O ataque militar da Rússia contra a Ucrânia, é condenado por nações ocidentais e provocou uma nova onda de duras sanções contra Moscou

    Por Plox

    27/02/2022 23h46 - Atualizado há 4 meses

    Alexander Lukashenko, presidente da Bielorrússia, aliado de Putin, considerado  um ditador, alertou o ocidente sobre as duras sanções contra a Rússia.

    O líder do país vizinho e defensor da Rússia, disse que a Bielorrússia e a Rússia sobreviverão a qualquer sanção econômica. “Temos experiência. Discutimos esse tema com Putin mais de uma vez. Nós sobreviveremos. É impossível nos matar de fome”, disse.

     

    Foto: reprodução TV BBC

     

    Em tom ameaçador, o ditador da Bielorrússia, disse que tais medidas podem levar a Rússia a uma “terceira guerra mundial”. Ele também citou as várias formas de sanções que os países do ocidente estão implementando e foi ainda mais incisivo em suas ameaças. “Agora se fala muito contra o setor bancário. Gás, petróleo, SWIFT. É pior que a guerra. Isso está empurrando a Rússia para uma terceira guerra mundial”, disse Lukashenko neste domingo, conforme informou a imprensa e seu país.. Ele acrescentou ainda que !um conflito nuclear pode ser o resultado final”, disse.

     

    Desde o ataque militar da Rússia contra a Ucrânia, ordenado pelo presidente russo Vladimir Putin em 24 de fevereiro,  uma onda de duras sanções contra Moscou está se formando. Manifestações em várias partes do mundo protestam contra a guerra, inclusive na Rússia, onde o governo já prendeu cerca de 6 mil cidadãos que criticaram a decisão. 

     

    Reprodução

     

    Entre os cartazes e faixas de protestos em vários países, alguns comparam o presidente russo a Adolf Hitler, que deu início à Segunda Guerra Mundial foi quando, em 1º de setembro de 1939, invadiu a Polônia, país vizinho da Ucrânia.

     

    Vice-presidente do Brasil, general Mourão, também compara Putin a Hitler e defende resposta militar
     

    O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu o uso de força militar contra a Rússia e em defesa da Ucrânia.Em suas declarações na semana passaada, ele comparou o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ao ditador alemão nazista Adolf Hitler.


    Ouça as declarações de Mourão nesse vídeo, postado no Youtube.

     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]