Crescimento no financiamento imobiliário impulsiona setor de construção no Brasil

Uso do FGTS eleva demanda por imóveis e promete novos recordes em 2024, aponta Abecip

Por Plox

27/02/2024 06h44 - Atualizado há cerca de 2 meses

O setor imobiliário brasileiro registrou um aumento significativo no financiamento de imóveis em 2023, alcançando R$ 250,7 bilhões, um crescimento de 4% em relação a 2022. Este avanço foi fortemente influenciado pela maior utilização do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pelos brasileiros na aquisição da casa própria, conforme dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Os financiamentos com o uso do FGTS tiveram um salto de 59% no último ano.

Foto: Pixabay/Reprodução

O volume de empréstimos para compra de imóveis em 2023 ficou apenas atrás do recorde de 2021, que foi de R$ 255 bilhões. A Abecip projeta que 2024 pode superar esse marco, estimando um total de cerca de R$ 259 bilhões em financiamentos, um aumento de 3% em relação a 2023. Um dos fatores que alimentam essa expectativa positiva é a retomada do programa Minha Casa Minha Vida pelo governo federal, o qual oferece condições mais favoráveis de crédito para a população de baixa renda na compra de apartamentos econômicos.

Este crescimento no setor imobiliário está impulsionando a construção civil no Brasil, com mais projetos sendo desenvolvidos para atender à crescente demanda por habitação. 

Destaques