Tragédia em penitenciária de Teresina: dois detentos mortos

Histórico de envolvimento com facções culmina em mortes dentro da prisão

Por Plox

27/03/2024 07h22 - Atualizado há 3 meses

Em um chocante incidente dentro de uma penitenciária em Teresina, Piauí, dois detentos foram encontrados mortos em suas celas, em circunstâncias que apontam para assassinatos. Um dos detentos, conhecido pelo apelido de 'Lacoste', tinha um passado marcado por alianças perigosas e decisões letais, tendo sido associado a grupos criminosos notórios como o Bonde dos 40, PCC e Comando Vermelho.

 Foto: Divulgação/Sejus

Um histórico complicado e um fim trágico

  • Troca de facções e consequências fatais: 'Lacoste' não era um criminoso comum. Sua jornada no submundo do crime foi pontuada por mudanças de lealdade entre algumas das mais temidas facções criminosas do Brasil. Originalmente membro do Bonde dos 40, ele se envolveu em uma execução não autorizada pela facção, o que o levou a cometer um ato extremo: matar o próprio pai em uma tentativa de reconciliação com o grupo. Posteriormente, ele se desvinculou do Bonde dos 40, alinhando-se primeiro com o PCC e, depois, com o Comando Vermelho.
  • A traição vista como imperdoável: Essas mudanças de afiliação foram interpretadas como traição pelos seus antigos comparsas. Essa percepção de deslealdade selou seu destino, levando à sua execução pelas mãos daqueles que ele já considerou aliados. 'Lacoste' e outro detento, cujos detalhes permanecem menos claros, foram encontrados sem vida em celas separadas, um desfecho sombrio para histórias marcadas pela violência e traição.

 

 


 

Destaques