Um a cada quatro adultos é afetado por hipertensão no Brasil

A hipertensão arterial, ou “pressão alta” como é conhecida, afeta aproximadamente uma pessoa a cada quatro adultos no Brasil

Por Plox

27/04/2019 14h40 - Atualizado há cerca de 5 anos

A hipertensão arterial, ou “pressão alta” como é conhecida, afeta aproximadamente uma pessoa a cada quatro adultos no Brasil. Isso acontece quando a pressão para bombear o sangue ultrapassa os limites médios e começa a exigir maior esforço do coração para realizar esse bombeamento. Essa complicação pode prejudicar o coração, os rins, os olhos e o cérebro. Apesar de gerar diversos problemas de saúde, a pressão alta pode ser combatida por meio de hábitos de vida mais saudáveis, como explica Eduardo Nilson, que é coordenador substituto de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde.

“Os principais fatores de risco para todas as doenças crônicas, incluindo a hipertensão, são a dieta inadequada que incluem nesse caso o sódio, gorduras e açúcar; a questão da atividade física, no caso o sedentarismo sendo grande fator de risco na atividade física; o tabagismo que tem também influencia na questão da pressão arterial e não só na questão de risco de câncer de pulmão e os cânceres; e por fim, o próprio consumo de álcool que também tem, além das doenças hepáticas, doença do fígado, tem também fator de risco para hipertensão arterial”.

Crédito: Ministério da Saúde/divulgação(Foto: divulgação/ Ministério da Saúde)

Na rede de saúde pública, os pacientes com hipertensão são atendidos por equipes de saúde da família, e acordo com a gravidade da doença, por meio de consultas individuais com médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde da atenção básica e especializada. Além disso, o SUS oferece tratamento gratuitamente com medicamentos nas Unidades Básicas de Saúde e pelas mais de 31 mil unidades farmacêuticas credenciadas ao programa Farmácia Popular. 

Destaques