STF determina quebra de sigilo de empresários suspeitos de financiarem “fake news”

27/05/2020 16:37

Nesta terça-feira (27), Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a quebra de sigilos fiscal e bancário de suspeitos de financiar grupos que disseminavam “fake news”, entre eles empresários e um militar.

Os pedidos foram feitos para os empresários Luciano Hang e Edgard Gomes Corona, o humorista Reynaldo Bianchi Junior e o militar Winston Rodrigues Lima.

De acordo com as informações do STF, os pedidos são referentes ao período entre julho de 2018 e abril de 2020.

 

alexandre-moraesAlexandre de Moraes determinou quebra de sigilos. Foto: Agência Brasil
 

O pedido foi feito após a operação da Polícia Federal cumprir mandados judiciais contra empresários e outras pessoas, suspeitas de participação no esquema de fake news (clique aqui).

Além dos citados acima, Alexandre de Moraes determinou o bloqueio de contas nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram de 17 investigados.