Criminosos atacam banco, trocam tiros com PM e deixam feridos em Uberaba

27/06/2019 09:28

Na fuga, o grupo trocou tiros com policiais militares por mais de uma hora, deixando os moradores em pânico

Publicidade

Na madrugada desta quinta feira (27), criminosos tentaram arrombar um banco em Uberaba-MG, no Triângulo Mineiro.

Na fuga, o grupo trocou tiros com policiais militares por mais de uma hora, deixando os moradores em pânico.

Duas pessoas foram baleadas na ação, uma delas foi atingida com um tiro na cabeça e o seu estado de saúde é grave. Dois vigilantes da agência inalaram fumaça e precisaram ser socorridos. A polícia cercou a região e pessoas são feitas reféns na  BR-262.

Três explosões perto de agências bancárias e de uma empresa de valores foram registradas em Uberlândia durante a madrugada. A Polícia Militar acredita ter sido uma estratégia da quadrilha para chamar atenção em outro município.

Conforme informações dadas pela prefeitura de Uberaba, as aulas da rede municipal estão suspensas. Escolas particulares também estão usando as redes sociais para avisar que os alunos não terão aula hoje. Por hora, o transporte público está suspenso.

O crime começou por volta das 3h30, assaltantes em caminhonetes, carros e caminhões cercaram as principais ruas do Centro e a praça Rui Barbosa. Na intenção de intimidar os militares durante o ataque à agência do Banco do Brasil, atiravam com armas de grosso calibre. 

Conforme informou o major Flávio Santiago, porta-voz da Polícia Militar, os criminosos atiraram contra os policiais após a ação na agência. "Os nossos policiais militares revidaram essa ação lá em Uberaba. A informação que nós temos é de 25 homens nessa ação, com veículos, caminhonetes, caminhões. E a Polícia Militar fez a progressão. Houve intensa troca de tiros", informou.

Um cerco foi realizado em Uberaba e na região do Alto Paranaíba às 6h40, na tentativa de encontrar os suspeitos. De acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), 1,3 mil consumidores ficaram sem eletricidade porque o ataque causou danos a rede elétrica. Ainda não se sabe se o dano foi causado pelos tiros ou se os próprios bandidos danificaram a rede como parte do plano de assalto. 

Para o retorno da energia a polícia precisa autorizar a entrada dos técnicos na área interditada, até às 7h não havia previsão de quando seria autorizada a entrada.

Órgãos públicos municipais estarão fechados na manhã desta quinta-feira (27). O expediente começará às 12h. Segundo nota do executivo, os setores de atendimento médico de urgência e emergência funcionarão orientados pelas forças de segurança da cidade.



Publicidade