Estilo de vida independente: o segredo para relações saudáveis

Especialistas destacam a importância de equilibrar momentos de lazer individuais e atividades conjuntas para evitar a perda de identidade e fortalecer o relacionamento.

Por Plox

27/06/2024 09h31 - Atualizado há 27 dias

Manter hábitos individuais após iniciar uma vida a dois é essencial para uma relação saudável, conforme destacam especialistas. O psicólogo e sexólogo Rodrigo Torres ressalta a importância de preservar a individualidade, evitando a perda de identidade que pode prejudicar a relação a longo prazo. “Dividir todas as atividades pode levar à perda de identidade, o que prejudica a relação no longo prazo”, afirma Torres, enfatizando a necessidade de manter aspectos individuais.

Foto : Reprodução/Pixabay

Igor Hempfling, terapeuta cognitivo-comportamental e sexual, também defende que o equilíbrio é fundamental. “Precisamos de um tempo nosso, de fazer um lazer sozinho. Antes mesmo de termos nossos relacionamentos, temos a nossa vida”, explica Hempfling. Ele lembra que é comum que, com o passar do tempo, os gostos de um parceiro se sobreponham aos do outro, mas isso não deve impedir momentos de lazer individual, como ir ao cinema ou praticar atividades físicas.

A mecânica industrial Lucas Alves dos Santos, 32, compartilha essa visão, afirmando que não seria justo proibir seu parceiro de continuar com atividades individuais por causa do relacionamento. “Equilíbrio é tudo!”, diz Lucas. Em contrapartida, Geisa Soares, 26, defende a ideia de que todas as atividades devem ser realizadas em conjunto, refletindo uma visão mais possessiva da relação.

Hempfling alerta que a necessidade de participar de todos os eventos em conjunto pode revelar uma dependência emocional e baixa autoestima. Ele sugere que é essencial compreender a razão desse comportamento, que pode estar relacionado a ciúmes ou insegurança, e trabalhar a comunicação para passar confiança ao parceiro.

Além de hobbies e momentos de diversão, Rodrigo Torres destaca que é natural desejar momentos de solitude. “Não é porque estamos em um relacionamento que temos que interagir o tempo inteiro”, afirma Torres. Ele enfatiza que esses momentos são importantes para autoanálise e crescimento pessoal, permitindo que cada indivíduo reflita sobre suas experiências e desenvolvimentos ao longo dos anos.

Para que a vida a dois não se torne maçante, Hempfling sugere que, ao planejar atividades conjuntas, estas devem ser especiais e fugir da rotina. “Os casais necessitam fazer coisas juntos para sair da rotina. Isso é necessário para a saúde e felicidade”, afirma. Ele destaca que momentos íntimos e extrovertidos são essenciais para manter a qualidade do relacionamento e o sentimento de amor vivo.

Em resumo, a preservação da individualidade e o equilíbrio entre atividades individuais e conjuntas são cruciais para uma relação saudável e duradoura. Manter hobbies e momentos de solitude, além de planejar programações conjuntas especiais, são práticas recomendadas por especialistas para fortalecer a relação sem abrir mão das identidades pessoais.

Destaques