Biden e Trump fazem hoje 1º debate da eleição dos EUA ; saiba mais

Este confronto entre o democrata e o republicano será realizado em um ambiente com regras rigorosas: sem plateia, sem assessores e com os microfones desligados quando o oponente estiver falando

Por Plox

27/06/2024 19h51 - Atualizado há 17 dias

Na noite desta quinta-feira (27), o presidente Joe Biden e o ex-presidente Donald Trump participam do primeiro de dois debates televisionados da campanha presidencial americana, transmitido pela CNN. Este confronto entre o democrata e o republicano será realizado em um ambiente com regras rigorosas: sem plateia, sem assessores e com os microfones desligados quando o oponente estiver falando.

Boa parte dessas regras foi solicitada pela campanha de Biden, para evitar a repetição do tenso e caótico debate inaugural de 2020. Na ocasião, Biden se irritou com as constantes interrupções de Trump e perguntou: "Você vai calar a boca, cara?".

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Impacto nas preferências de voto

Há dúvidas sobre se um debate como o de hoje conseguirá influenciar as preferências de voto em um país já polarizado. Embora as últimas pesquisas indiquem um favoritismo de Trump para a disputa de novembro, as pontuações de preferência têm permanecido quase inalteradas há meses.

Retorno à tradição dos debates televisivos

O formato do debate em estúdio de TV remonta aos primeiros debates presidenciais televisionados em 1960, entre o então senador John F. Kennedy e o vice-presidente Richard Nixon. Na época, houve uma série de quatro debates, em um dos quais Nixon estava em um estúdio em Los Angeles e Kennedy em Nova York.

Estrutura do debate

Diferente de debates anteriores, não haverá declarações de abertura, apenas uma fala de encerramento de dois minutos para cada candidato. O debate começará com uma pergunta, e cada candidato terá dois minutos para responder, seguidos de réplicas de um minuto e tréplicas. O moderador poderá dar tempo adicional se necessário. Biden falará primeiro, portanto Trump fará a declaração final. Luzes vermelhas piscando alertarão os candidatos sobre o tempo restante de fala.

Sorteio das posições

Os candidatos estarão em palanques idênticos, mas suas posições foram decididas por sorteio. A campanha de Biden escolheu a posição à direita do pódio, colocando o presidente democrata à direita das telas dos telespectadores e o rival republicano à esquerda.

Medidas para evitar interrupções

Os microfones dos candidatos ficarão no mudo, exceto quando for a vez de cada um falar. Isso visa evitar as interrupções que prejudicaram debates anteriores. A CNN garantiu que os moderadores Jake Tapper e Dana Bash usarão "todas as ferramentas à sua disposição para impor o timing e garantir uma discussão civilizada". Cada candidato terá à disposição uma caneta, um bloco de notas e uma garrafa de água no palco, sem permitir nenhum tipo de adereço ou anotações prontas.

Debate sem público

Contrário à tradição dos debates nos EUA, não haverá público de estúdio para minimizar os transtornos causados em encontros anteriores, onde as claques aplaudiam ou vaiavam os candidatos. Normalmente, a audiência é instruída a permanecer em silêncio, mas essa regra raramente era seguida.

Intervalos comerciais

Pela primeira vez na história recente dos debates americanos, o evento terá dois intervalos comerciais durante os 90 minutos de transmissão. Anteriormente, os debates eram organizados pela Comissão de Debates Presidenciais, um colegiado bipartidário que não previa anúncios corporativos. Mesmo com essas pausas, as equipes de campanha estão proibidas de interagir com os candidatos durante os intervalos, reduzindo a oportunidade de consultas estratégicas ou ajustes de aparência.

Destaques