Medicamento para crescimento de dentes em humanos é testado no Japão

. A fórmula, composta de anticorpos monoclonais, foi eficaz em roedores

Por Plox

27/06/2024 10h43 - Atualizado há 16 dias

Pesquisadores da Universidade de Kyoto, no Japão, iniciam em julho de 2024 testes clínicos em humanos de um medicamento que promete fazer novos dentes nascerem. A fórmula, composta de anticorpos monoclonais, foi eficaz em roedores e, se os testes em humanos forem bem-sucedidos, o tratamento poderá estar disponível no mercado internacional em 2030.

Foto: reprodução/ Pixabay

Promessa para tratar anodontia
O medicamento visa ajudar pacientes com anodontia, uma doença congênita que impede o crescimento de um ou mais dentes. Afetando 1% da população mundial, essa condição é mais comum em mulheres. Atualmente, o tratamento principal é o uso de implantes dentários. Segundo o principal pesquisador, Katsu Takahashi, "a ideia de cultivar novos dentes é o sonho de todo dentista", afirmou ao jornal The Mainichi.

Histórico de pesquisa
Desde 2005, cientistas investigam formas de estimular a formação de novos dentes. Eles descobriram que roedores sem o gene responsável pela síntese da proteína USAG-1 tinham mais dentes, pois essa proteína limita o crescimento dentário.

Futuro do tratamento
Se comprovada a segurança e eficácia da medicação, o primeiro grupo a ser tratado serão crianças de 2 a 6 anos com anodontia. A expectativa é oferecer uma intervenção "natural" para essa condição. Posteriormente, o tratamento poderá ser estendido a pessoas que perderam dentes devido a cáries não tratadas ou outros motivos.

 

 

 

Destaques