Tentativa de golpe na Bolívia: general é preso e acusa ter combinado com atual presidente

Presidente da Bolívia, Luis Arce, destitui chefes das Forças Armadas após tentativa frustrada de golpe liderada por ex-comandante do Exército.

Por Plox

27/06/2024 06h26 - Atualizado há 25 dias

Em um dos episódios mais tensos da história recente da Bolívia, o ex-comandante do Exército, Juan José Zúñiga, junto com soldados aliados, invadiu o Palácio Quemado, antiga sede do governo. A ação ocorreu na tarde de quarta-feira e terminou com a desmobilização dos golpistas e a prisão de Zúñiga e outro comandante.

Vídeo: 

 

Confronto direto entre Arce e Zúñiga
Durante a invasão, o presidente Luis Arce, que estava no prédio ao lado, foi pessoalmente até o Palácio Quemado. Lá, ele confrontou Zúñiga em uma discussão acalorada, onde ordenou a desmobilização das tropas. Zúñiga não respondeu às ordens e foi posteriormente preso.

Foto: reprodução

 

Acusação de autogolpe
Após ser detido, Zúñiga fez uma declaração à imprensa, acusando o presidente Luis Arce de orquestrar um autogolpe para ganhar popularidade. Segundo Zúñiga, Arce teria pedido que ele tentasse um golpe, permitindo que o presidente se apresentasse como defensor do país e aumentasse sua popularidade para as eleições de 2025, quando concorrerá com Evo Morales.

Desmobilização e destituição
Com o fim da invasão, Arce destituiu os comandantes da Marinha e da Aeronáutica, nomeou novos chefes para as três forças e ordenou a desmobilização das tropas. A Procuradoria-geral da Bolívia anunciou uma investigação contra Zúñiga e os militares envolvidos na tentativa de golpe.

Condenação internacional
A tentativa de golpe foi amplamente condenada, inclusive por adversários políticos de Arce, como a ex-presidente Jeanine Áñez. A Suprema Corte da Bolívia pediu à comunidade internacional que mantenha vigilância e apoio à democracia no país.

Desdobramentos
O novo comandante do Exército, nomeado por Arce, garantiu a retirada dos tanques e das tropas rebeldes do Palácio Quemado e da praça Murillo, encerrando o episódio de tensão após cerca de quatro horas.

Destaques