Aumento no número de benefícios do INSS por dependência de álcool e jogos

Crescimento contínuo de casos de alcoolismo e vício em jogos reflete em mais auxílios-doença concedidos pelo INSS

Por Plox

28/01/2024 11h07 - Atualizado há 6 meses

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tem observado um aumento significativo no pagamento de benefícios relacionados a doenças mentais causadas pelo vício em álcool e jogos. Nos últimos três anos, houve um crescimento de 37% em auxílios por alcoolismo e um surpreendente aumento de 350% em casos relacionados a vício em jogos.

Instagram/Reprodução

Dados Estatísticos sobre Alcoolismo Em 2023, o INSS registrou 4,3 mil benefícios concedidos por alcoolismo, um aumento de 19,5% em relação a 2022, quando foram pagos 3,6 mil benefícios. Em 2021 e 2020, os números eram de 3,3 mil e 3,1 mil, respectivamente. Destes, 78% foram auxílios-doença. A Classificação Internacional de Doenças (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS) classifica a condição como “transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool”.

Vício em Jogos e Auxílios Concedidos Em relação ao vício em jogos, o INSS pagou 36 benefícios em 2023, refletindo uma crescente tendência nos últimos anos: oito em 2020, dez em 2021 e onze em 2022. Todos esses pagamentos foram destinados a auxílios-doença. O Ministério da Saúde define o “jogo patológico” como um transtorno caracterizado por episódios repetidos de jogos que prejudicam os aspectos sociais, profissionais, materiais e familiares do indivíduo.

Contexto e Regulamentações O aumento dos casos acontece em um contexto em que as apostas esportivas foram recentemente regulamentadas no Brasil. Antes dessa regulamentação, muitas empresas operavam seus sites no exterior sem pagar impostos locais. Agora, com a nova legislação, o governo federal planeja investir 1% do valor arrecadado com estas operações na saúde.

Destaques