Crescimento alarmante de casos de chikungunya em Minas Gerais

Timóteo e Sete Lagoas lideram o número de casos; estado declara emergência em saúde pública

Por Plox

28/01/2024 10h26 - Atualizado há 6 meses

Minas Gerais enfrenta um aumento significativo de casos de chikungunya, com um crescimento de mais de 150% entre os dias 15 e 22 de janeiro, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Este surto alarmante é um dos fatores chave por trás da decisão do Governo de Minas em declarar uma situação de emergência em saúde pública em todo o estado. A SES-MG registrou, até o momento, 3.067 casos confirmados e 4.353 prováveis da doença, além de um óbito confirmado e dois em investigação.

 Número de casos confirmados de Chikungunya cresceu mais de 150% em uma semana  Reprodução/FGV

Cidades Mais Afetadas As cidades de Timóteo, Sete Lagoas e Ipatinga são as mais afetadas, liderando o ranking de casos prováveis em Minas Gerais. A lista das dez cidades mineiras com mais casos prováveis de chikungunya em 2024 inclui:

  1. Timóteo: 1.163 casos prováveis
  2. Sete Lagoas: 857 casos prováveis
  3. Ipatinga: 755 casos prováveis
  4. Santana do Paraíso: 154 casos prováveis
  5. Joanésia: 141 casos prováveis
  6. Vargem Alegre: 127 casos prováveis
  7. Itanhomi: 92 casos prováveis
  8. Belo Horizonte: 82 casos prováveis
  9. São José do Goiabal: 61 casos prováveis
  10. Funilândia: 57 casos prováveis

Entendendo a Chikungunya A chikungunya é uma arbovirose transmitida pela picada de mosquitos do gênero Aedes, os mesmos que transmitem a dengue. O vírus foi identificado no continente americano em 2013, após uma epidemia na América Central e Caribe, com os primeiros casos no Brasil confirmados no segundo semestre de 2014.

Sintomas da Chikungunya Os sintomas da chikungunya são semelhantes aos da dengue, mas tendem a ser mais intensos nas articulações. De acordo com o Ministério da Saúde, os principais sintomas incluem:

  • Febre
  • Dores intensas nas articulações
  • Dor nas costas
  • Dores pelo corpo
  • Erupção avermelhada na pele
  • Dor de cabeça
  • Náuseas e vômitos
  • Dor retro-ocular
  • Dor de garganta
  • Calafrios
  • Diarreia e/ou dor abdominal (mais comuns em crianças)
Destaques