Médica em Pato Branco investigada por falsificar laudos de câncer

Autoridades realizam busca e apreensão na casa de dermatologista suspeita de enganar pacientes sobre diagnósticos de câncer.

Por Plox

28/02/2024 13h34 - Atualizado há cerca de 2 meses

Em Pato Branco, Sudoeste do Paraná, uma dermatologista está sob investigação após ser acusada de fornecer diagnósticos falsos de câncer a seus pacientes. A operação de busca e apreensão, executada pela Polícia Civil na última sexta-feira (23), visa coletar evidências que corroborem as alegações de cinco vítimas que se apresentaram com denúncias contra a médica.

Médica é suspeita de apresentar laudos falsos aos pacientes (Foto: Pexels)

Denúncias e Provas

Segundo relatos das vítimas à Polícia Civil, a suspeita informava aos pacientes que certas manchas na pele apresentavam características cancerígenas, instigando-os a realizar exames adicionais. Após esses exames, ela alegava a presença de câncer e propunha procedimentos adicionais, cobrando valores significativos por eles. As vítimas, ao acessarem os laudos originais emitidos pelos laboratórios, descobriram que não havia diagnóstico de câncer nos documentos, levantando suspeitas sobre a veracidade das informações fornecidas pela dermatologista.

Ação Policial

Durante a operação, a polícia apreendeu telefones, computadores e documentos na residência da médica, buscando reunir provas que sustentem as acusações feitas pelas vítimas. O caso chocou a comunidade local e levantou preocupações sobre a ética profissional na área da saúde, destacando a importância da verificação e transparência nos diagnósticos médicos.

As investigações continuam à medida que as autoridades examinam os materiais apreendidos, na esperança de esclarecer as circunstâncias em torno das acusações e determinar a extensão das alegadas fraudes cometidas pela médica.

Destaques