Idosos com 85 anos ou mais começam a ser vacinados contra a cepa XBB da Covid no Rio

Idosos com 85 anos ou mais começam a ser vacinados contra a cepa XBB da Covid no Rio

Por Plox

28/05/2024 10h16 - Atualizado há cerca de 2 meses

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS) deu início nesta terça-feira (28) à vacinação contra a covid-19 com a cepa XBB, um subtipo da variante ômicron que predomina atualmente nas análises genômicas. Neste primeiro momento, a campanha é direcionada a idosos com 85 anos ou mais, e gradualmente incluirá outras faixas etárias conforme a chegada de novas doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

Foto: Edu Kapps/SMS-Rio

Locais de vacinação

A vacina estará disponível em todas as 238 clínicas da família e centros municipais de saúde espalhados pela cidade, além dos Super Centros Cariocas de Vacinação em Botafogo e Campo Grande, que operam diariamente. O Super Centro de Botafogo funciona das 8h às 22h, enquanto a unidade de Campo Grande, localizada no ParkShoppingCampoGrande, segue o horário de funcionamento do centro comercial.

Proteção dos idosos

Além dos idosos com 85 anos ou mais, a campanha também abrangerá idosos internados em institutos de longa permanência (ILPI), independentemente da idade. A SMS enfatiza a importância da atualização da vacinação para controlar os indicadores da doença, semelhante à estratégia anual usada contra a gripe. O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, alertou: “As pessoas devem ficar atentas ao calendário, para não perder a data da nova dose, que tende a se tornar anual. A covid-19 já provocou muitas mortes e foi controlada graças à adesão da população à vacina. Não podemos dar chance para a doença”.

Campanha de vacinação contra a poliomielite

Simultaneamente, a SMS iniciou na segunda-feira (27) a campanha de vacinação contra a poliomielite para crianças de 1 a 4 anos que estejam com o esquema básico de imunização em dia. Utilizando a vacina oral contra poliomielite (VOP), o objetivo é evitar a reintrodução da doença no Brasil e aumentar a cobertura vacinal. Erradicada no país desde 1994, a poliomielite ainda ocorre em locais como Paquistão e Afeganistão.

Meta e cobertura vacinal

No município do Rio, a meta é vacinar 237 mil crianças de 1 a 4 anos, representando 95% da população alvo de 248 mil indivíduos. A vacina está disponível nos mesmos locais de vacinação da campanha contra a covid-19. A campanha contra a poliomielite vai até o dia 14 de junho. Os responsáveis devem levar a caderneta ou comprovante de vacinação das crianças para avaliação da situação vacinal. Pacientes imunodeprimidos e menores de 1 ano de idade não são indicados para a vacina oral contra poliomielite, mas poderão receber a vacina inativada (VIP).

Destaques