Polícia investiga professor que teria assediado sexualmente 5 alunas em MG

Segundo os relatos, o suspeito costuma elogiar os corpos das alunas durante as aulas, o que contribuiu para as acusações.

Por Plox

28/05/2024 18h03 - Atualizado há cerca de 2 meses

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) iniciou uma investigação nesta terça-feira (28/5) para apurar cinco denúncias de assédio sexual feitas por alunas de uma escola estadual em Uberaba, no Triângulo Mineiro. As acusações são contra um professor da instituição.

Foto: Reprodução/Pixabay

Detalhes das denúncias

A mais recente denúncia foi apresentada por uma estudante de 14 anos, que relatou à Polícia Militar que o professor tocou suas partes íntimas na noite de segunda-feira (27), dentro da escola. A jovem estava acompanhada pelo pai, de 45 anos, quando fez a denúncia.

Além deste caso, há registros na ata da escola de outras quatro alunas que também acusam o mesmo professor de assédio sexual. Segundo os relatos, o suspeito costuma elogiar os corpos das alunas durante as aulas, o que contribuiu para as acusações.

Investigação em sigilo

Em nota oficial, a PCMG declarou que "o procedimento segue sob sigilo, com previsão de divulgação de demais informações após a conclusão das investigações". As investigações estão sendo conduzidas de forma confidencial para proteger a identidade das vítimas e assegurar a integridade do processo.

Os relatos das alunas e o andamento da investigação são acompanhados de perto pela polícia, com o objetivo de esclarecer os fatos e tomar as devidas providências legais.

Destaques