Estudante morre após briga em formatura regada a bebida em Trenzinho da Alegria

28/11/2019 13:22

O motorista, o dono do veículo, o Fofão e os demais personagens foram conduzidos ao Detran para prestar esclarecimentos

Publicidade

Uma jovem estudante de 23 anos, morreu após ter se envolvido em uma briga em um evento de formatura de alunos do curso de Direito da Faculdade Newton Paiva, em Belo Horizonte, na madrugada desta quarta-feira (27).

Segundo informações de testemunhas, Larissa Cristine Silva Maciel morreu no local após se envolver em uma briga com uma colega e cair do veículo, um “Trenzinho da Alegria”, que fora alugado para a comemoração dos formandos.

Ainda segundo testemunhas, Larissa e uma colega estavam sob o efeito de bebidas alcoólicas e se desentenderam, iniciando a briga. O caso aconteceu na Praça Diogo de Vasconcelos, na Savassi.

Empresa do trenzinho atua em Belo Horizonte há 37 anos, segundo o proprietário (foto: Reprodução da internet/Facebook/Trenzinho da Alegria - BH)Foto: Reprodução/Facebook

Segundo o proprietário da empresa “Trenzinho da Alegria BH”, Mateus Viana, responsável pelo veículo locado, em entrevista ao portal “Hoje em Dia”, faltava meia hora para acabar o passeio e “a estudante tinha discutido com outra menina e elas foram colocadas em vagões diferentes” para que não houvesse mais desentendimentos.

“Tínhamos acabado de arrancar, quando ela resolveu se levantar. Nosso segurança tentou ajudar, os personagens também, mas ela se desequilibrou. O cabelo enrolou na roda do veículo", disse Mateus.

trem da alegriaTurma de formandos comemorava no "trenzinho"/foto: redes sociais

De acordo com informações, Larissa teve traumatismo cranioencefálico (TCE) gravíssimo e trauma no tórax. Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levada ao Hospital João XVIII, mas não resistiu aos ferimentos.  

Larissa Cristine Silva Maciel tinha 23 anos (foto: Reprodução da internet/Instagram)Foto: Reprodução/Instagram

O motorista, os personagens e o dono do veículo foram conduzidos ao Detran para prestar depoimentos. Foi realizado o teste do etilômetro no motorista e o resultado foi negativo para ingestão de álcool pelo condutor.

Mateus Viana disse que a empresa está prestando todo o atendimento necessário à família de Larissa.

A faculdade, por meio de nota à imprensa, informou que “lamenta profundamente o acidente que resultou no falecimento da aluna, e presta solidariedade à família e amigos, neste momento de consternação”. A instituição de ensino ainda esclareceu que a comemoração “foi organizada em ambiente externo às dependências da instituição e de forma autônoma, sem qualquer participação da Newton".

O caso segue sendo investigado.



Publicidade