Acusado de abuso sexual usava projeto social e loja de bicicletas para atrair vítimas

A investigação, conduzida pela 26ª Delegacia de Polícia em Samambaia Norte, revelou que o homem realizava atos inapropriados com os menores, incluindo beijos forçado

Por Plox

29/02/2024 19h26 - Atualizado há cerca de 2 meses

Nesta quinta-feira (29), as autoridades da Polícia Civil do Distrito Federal efetuaram a prisão de um indivíduo sob a acusação de abuso sexual contra crianças. Utilizando sua residência, adaptada com uma oficina de bicicletas, o acusado atraía suas vítimas para cometer os abusos. A investigação, conduzida pela 26ª Delegacia de Polícia em Samambaia Norte, revelou que o homem realizava atos inapropriados com os menores, incluindo beijos forçados.

Foto: Reprodução/Pixabay

Além disso, descobriu-se que o acusado participava de um projeto social voltado ao futebol para menores, levantando suspeitas e questionamentos de pais sobre seu comportamento com as crianças. O histórico do homem já inclui acusações semelhantes de pedofilia em 2019, as quais ele negou, admitindo apenas um "carinho excessivo por crianças".

Na mesma data, foi realizado um mandado de busca em sua residência. Agora, enfrenta acusações de estupro de vulnerável, com a possibilidade de condenação a até 15 anos de prisão.

Destaques