FSFX esclarece fake news sobre atendimento no HMC

Segundo a instituição, não é verdade a informação de um termo que todos os pacientes assinariam ao dar entrada

Por Plox

29/03/2020 13h10 - Atualizado há cerca de 4 anos

A Fundação São Francisco Xavier esclarece que não é verdade a informação que está circulando em um áudio no WhatsApp sobre o preenchimento de um termo que todos os pacientes assinariam ao dar entrada no Pronto-Socorro do Hospital Márcio Cunha, afirmando que se enquadram em uma lista de casos suspeitos do novo Coronavírus.
 
A Fundação reitera que a notificação de casos suspeitos é um procedimento preenchido internamente pela equipe do hospital e enviado diretamente a vigilância epidemiológica do Governo de Minas Gerais e do município para controle estatístico da doença.
 
Seguindo recomendações da Secretaria de Saúde de Minas Gerais, de acordo com a Portaria nº 454, de 20 de março de 2020, apenas pacientes notificados com suspeita do novo Coronavírus assinam o termo de isolamento de acordo com a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, comprometendo-se a desenvolver as orientações recebidas.

 

HMC 2Foto: divulgação/FSFX
 


 
Segundo a fundação, o documento assinado pelos pacientes identificados com suspeita do COVID-19 é arquivado pela Fundação São Francisco Xavier e serve como comprovação junto a Secretaria de Saúde de Minas Gerais de que a Instituição cumpriu todas as orientações legais.
 
A FSFX informou que, diante do cenário atual, como medida de prevenção e com o objetivo de minimizar a disseminação do Coronavírus, logo na entrada todos os pacientes que vão ao Hospital Márcio Cunha são classificados entre os que apresentam algum sintoma de síndrome gripal ou não.
 
A Fundação disse ainda que, segundo o áudio inverídico que está circulando, a entidade estaria recebendo verba do Governo de Minas Gerais pela quantidade de casos notificados do COVID-19, o que também não corresponde à realidade.
 
A Fundação São Francisco Xavier disse que repudia qualquer informação falsa com o objetivo de denegrir a imagem da Instituição e de tumultuar um momento tão delicado como o que estamos vivenciando em todo o Brasil. A equipe da Fundação sempre manteve uma postura íntegra e não faria diferente neste momento de crise. Não é prática da FSFX receber verbas irregulares.
 
Todas as informações da FSFX partem de nossos canais oficiais.
 

Destaques