Posse de ministro da Educação é adiada por possíveis irregularidades em currículo

29/06/2020 16:23

Segundo o jornal Estado de S. Paulo, a posse do novo ministro foi adiada depois de reveladas incoerências em seu currículo

Nesta segunda-feira (29), o Governo Federal anunciou que foi adiada a cerimônia de posse de Carlos Alberto Decotelli, como novo ministro da Educação.

Segundo informações do jornal Estado de S. Paulo, a posse do novo ministro foi adiada após Decotelli ter reveladas irregularidades em seu currículo.

De acordo com o jornal, Decotelli teria alterado dados do seu currículo informando um mestrado, doutorado e pós-doutorado, que não teriam sidos concluídos, e não tiveram suas teses defendidas.

 

decotelli-agbra-marcello-casalCarlos Decotelli teve sua posse como ministro da Educação adiada. Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
 

Durante o fim de semana, Carlos Decotelli chegou a afirmar em uma carta, que sua tese de doutorado não teve a defesa autorizada. Ainda na semana passada, Franco Bartolacci, reitor da Universidade Nacional de Rosário, onde o ministro afirmou que concluiu o doutorado, disse que Decotelli não conclui o doutorado. "Cursou o doutorado, mas não o concluiu, pois lhe falta a aprovação da tese. Portanto, ele não é doutor pela Universidade Nacional de Rosário, como chegou a se afirmar”, disse Franco Bertolacci, em um comunicado.

Dissertação teria sido plagiada

No último sábado (27), o economista Thomas Conti, disse no Twitter, que na dissertação de mestrado de Decotelli constavam trechos idênticos de um relatório do Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul), que teria sido enviado para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, onde Decotelli teria feito o mestrado, será feita uma investigação, para averiguar a suspeita de plágio.

Pós-doutorado na Alemanha contestado

O pós-doutorado informados por Decotelli, que teria sido feito na Alemanha, também foi questionado, após a faculdade informar que não reconhece o pós-doutorado do novo ministro.

Segundo o jornal Metrópoles, a faculdade Bergische Universität Wuppertal, na Alemanha, afirmou que “Carlos Decotelli não obteve nenhum título na nossa universidade”.