PM localiza arma possivelmente usada para matar policial em Monlevade

Ação contou com apoio da PM de Itabira-MG

Por Plox

29/09/2019 10h09 - Atualizado há mais de 4 anos

Nesse sábado (28), a Polícia Militar (PM) de João Monlevade localizou uma arma que possivelmente foi utilizada para matar o sargento Célio Ferreira, na sexta-feira (27).

Segundo a PM, os policiais de João Monlevade, com apoio de militares da Ronda Ostensiva Com Cães Adestrados (ROCCA) de Itabira, fizeram o trajeto da fuga dos suspeitos de atirar no sargento Célio e conseguiram localizar um revólver calibre .38, dez cartuchos intactos e drogas em uma residência no bairro São João.

De acordo com a PM, a arma encontrada possivelmente é a mesma utilizada para balear o sargento. Dois homens foram presos, suspeitos de participar do crime.

pm-monlevadeFoto enviada ao WhatsApp do Plox.

Entenda o caso

Na noite dessa sexta-feira (27), o sargento Célio Ferreira de Souza, da Polícia Militar (PM), morreu após ser baleado durante ação policial de combate ao tráfico de drogas, no bairro São João em João Monlevade-MG.

Segundo a PM, após receber denúncias de tráfico de drogas e ameaças a um morador do bairro, os militares foram até o local e ao chegar, dois indivíduos armados teriam se aproximado da viatura e efetuado disparos contra os militares. 

O sargento foi atingido por três disparos, sendo um na cabeça, um na barriga e outro na mão. O militar foi socorrido pelos colegas e transferido no helicóptero da PM para Belo Horizonte, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante o trajeto, dentro da aeronave.
 

Destaques