Hospital Metropolitano Unimed completa 4 anos de atividades no Vale do Aço

29/11/2019 07:10

Publicidade

Ouvir, compreender, aconselhar e respeitar as necessidades dos pacientes. Essas são as ações praticadas dentro do Hospital Metropolitano Unimed (HMU) e que garantem o atendimento acolhedor e seguro. Ao completar 4 anos de operação, a unidade hospitalar que é referência na região pela qualidade dos serviços prestados, também se destaca pelas acreditações.

Segundo o Diretor de Recursos Próprios e médico cooperado, Dr. Érico Fantini, as conquistas obtidas desde a inauguração do HMU, em 2015, são o resultado do esforço conjunto de todo o corpo clínico e colaboradores. “Cada membro dessa família que é o Hospital Metropolitano tem um papel fundamental na construção dessa história. Nosso foco sempre foi a qualidade e humanização dos atendimentos, onde os beneficiários são o centro das atenções. Preconizamos os protocolos que são instituídos para o desempenho da assistência de forma ágil, mas sem perder a eficiência. Fazemos a diferença porque acreditamos no time, acreditamos nas pessoas, falamos a mesma língua, que é a satisfação dos pacientes”, afirmou o médico.

Foto: Divulgaçãocafé com a imprensa  HMU (51)

No ano de sua inauguração, a unidade recebeu a nota 8A pela Unimed Federação Minas, o MG-Hosp. A categorização, que é reconhecida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS, visa estimular a melhoria operacional, promover a adequação de processos e estabelecer padrões de referência a partir da medição objetiva de parâmetros do desempenho da rede.
Já em 2019, o HMU foi reavaliado e recebeu a nota 9A. Com a pontuação obtida, o Hospital Metropolitano Unimed passou a integrar uma lista com os melhores hospitais do estado.

Foto: Marcelo Augusto / PLOX20191128 170815

Também em 2019, a unidade conquistou a certificação Nível 2, Acreditado Pleno, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Por meio da certificação, alguns pontos do HMU ganharam destaque, como a estrutura física e ambiência com foco em sustentabilidade, o prontuário eletrônico, a análise de investimentos financeiros e o envolvimento do corpo clínico.
Nesta semana o hospital, recebeu uma nova auditoria, com o foco na manutenção da acreditação da ONA. A expectativa para 2020, ao completar cinco anos de operação, é que a unidade receba a certificação Nível 3.

Foto: Divulgaçãocafé com a imprensa  HMU (42)

Ainda, de acordo com o Diretor de Recursos Próprios, os próximos passos incluem a incorporação de novos serviços ao HMU.

 

“Hoje o hospital é estruturado com 110 leitos de internação, 10 leitos de UTI, 8 salas cirúrgicas, Pronto Atendimento, além de um moderno laboratório. Em 2018 foram mais de 8 mil internações, cerca de 67.500 atendimentos, além de mais de 300 mil exames laboratoriais. Para o próximo ano, planejamos acrescentar serviços a unidade e reforçar ainda mais a qualidade já oferecida aos nossos beneficiários”, acrescentou o médico cooperado.



Publicidade