Alerta em Belo Horizonte: golpes financeiros visam pacientes do HGIP

Ipsemg adverte sobre fraudes envolvendo falsos pedidos de pagamento para serviços de saúde

Por Plox

29/12/2023 15h50 - Atualizado há 6 meses

Pacientes internados no Hospital Governador Israel Pinheiro (HGIP), localizado em Belo Horizonte, Minas Gerais, estão sendo alvos de tentativas de golpes. Criminosos, fingindo ser funcionários do hospital, contatam os pacientes ou seus familiares através de telefone ou WhatsApp. Eles solicitam depósitos ou transferências via Pix, sob a falsa alegação de que determinados serviços médicos necessitam de pagamento.

 

Foto: Ipsemg / Divulgação

O Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) emitiu um comunicado na sexta-feira, dia 29, esclarecendo a situação. No comunicado, o instituto enfatiza que não exige pagamento adicional pelos serviços de saúde, além das taxas já descontadas mensalmente na folha de pagamento dos beneficiários. A nota ressalta ainda que os médicos e demais profissionais, seja em Belo Horizonte ou no interior, não estão autorizados a cobrar pelos serviços de saúde em nome do Ipsemg.

O Ipsemg também alertou que não realiza contatos telefônicos com os beneficiários nem envia mensagens por WhatsApp ou correspondências solicitando pagamentos pelos serviços prestados. Em caso de recebimento de qualquer solicitação suspeita, o instituto aconselha que os beneficiários ou seus familiares registrem um boletim de ocorrência policial.

Adicionalmente, o instituto informou que os profissionais do Centro de Terapia Intensiva (CTI) não realizam contatos telefônicos com familiares para discutir exames ou outros assuntos médicos. As informações médicas são fornecidas pessoalmente durante o horário de visitas no hospital.

Destaques