Chef Estrela Michelin desligado após polêmico ritual em hotel Francês

Aurelien Largeau enfrenta críticas e investigação após ritual de iniciação humilhante no Hotel du Palais em Biarritz

Por Plox

29/12/2023 07h04 - Atualizado há 6 meses

O mundo da alta gastronomia foi abalado por uma polêmica envolvendo o chef Aurelien Largeau, de 31 anos, detentor de uma prestigiada estrela Michelin. Largeau foi recentemente desligado do Hotel du Palais, em Biarritz, França, após a divulgação de um ritual de iniciação que envolveu abuso sexual e humilhação.

Detalhes Chocantes do Incidente No dia 2 de dezembro, um ajudante de cozinha foi submetido a um ato considerado sádico, sendo amarrado com uma maçã na boca e uma cenoura no ânus, diante de todos os chefes do estabelecimento, incluindo Largeau. Este episódio, que foi gravado e compartilhado nas redes sociais pelos próprios cozinheiros, antes de serem apagados, causou indignação pública.

Divulgação / Hotel du Palais

Reações e Consequências O grupo hoteleiro Hyatt, ao qual o Hotel du Palais pertence, expressou preocupação com o incidente. Um porta-voz da multinacional americana Hyatt afirmou estar ciente do ocorrido e classificou o incidente como "preocupante". O Ministério Público de Bayonne anunciou a abertura de uma investigação preliminar sobre o caso.

Posicionamento dos Envolvidos Enquanto Largeau nega formalmente as acusações e prepara sua defesa com seus advogados, a Prefeitura de Biarritz, principal acionista do hotel, optou por não comentar o assunto. O ajudante de cozinha, cuja identidade não foi revelada, afirmou que todos os chefes estavam presentes durante o ritual.

Destaques