Banco Central pode reduzir taxa Selic em reunião do copom

Expectativa de corte de 0,5 ponto percentual na primeira reunião de 2024

Por Plox

30/01/2024 08h37 - Atualizado há 5 meses

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) do Brasil inicia hoje, terça-feira (30), sua primeira reunião do ano, com previsões apontando para uma possível redução na taxa básica de juros, a Selic. Esta reunião, que se estende até quarta-feira (31), poderá resultar na diminuição da taxa em 0,5 ponto percentual, passando dos atuais 11,75% para 11,25%.

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

A decisão do Copom segue alinhada às projeções do mercado financeiro, conforme indicado pelo boletim Focus do BC. A expectativa de corte na Selic é reforçada pela ata da última reunião do comitê, realizada em dezembro, onde os membros concordaram "unanimemente" em manter o ritmo atual de cortes da Selic "pelas próximas reuniões". Roberto Campos Neto, presidente do BC, confirmou a ata como um guidance, indicando a continuidade dessa política para as primeiras reuniões de 2024.

O cenário de inflação também influencia essa expectativa. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) encerrou 2023 com uma alta acumulada de 4,62%, dentro do intervalo da meta estabelecida pelo BC. Além disso, as projeções de analistas do mercado financeiro para a inflação de 2024 mostram uma tendência de redução, com o Focus apontando para um IPCA de 3,86% ao final do ano. Paralelamente, a projeção da Selic tem se mantido estável, com expectativa de 9% no final de 2024 e 8,5% em dezembro de 2025.

Essa possível redução representaria o quinto corte consecutivo na Selic desde agosto, marcando uma mudança significativa em relação ao ciclo de aperto monetário que se estendeu de março de 2021 a agosto de 2022. Durante esse período, o Copom elevou a Selic por 12 vezes consecutivas em resposta à alta nos preços de alimentos, energia e combustíveis. Entre agosto de 2022 e agosto de 2023, a taxa foi mantida em 13,75% ao ano.

Antes desse ciclo de alta, a Selic havia sido reduzida para 2% ao ano, o menor nível na série histórica iniciada em 1986. Essa medida foi uma resposta à contração econômica causada pela pandemia de covid-19, visando estimular a produção e o consumo.

As reuniões do Copom ocorrem a cada 45 dias. No primeiro dia, são apresentadas análises técnicas sobre a economia brasileira e mundial e o comportamento do mercado financeiro. No segundo dia, os membros do colegiado, formados pela diretoria do BC, analisam as possibilidades e definem a Selic.

Destaques