Rei Charles III e Princesa Kate Middleton recebem alta hospitalar e suspendem compromissos

Monarca e sua nora, após procedimentos médicos, iniciam recuperação e cancelam agenda pública

Por Plox

30/01/2024 09h40 - Atualizado há 6 meses

O rei Charles III, de 75 anos, e a princesa Kate Middleton, nora do monarca e esposa do príncipe William, deixaram na segunda-feira, 29 de janeiro, o The London Clinic, um renomado hospital em Londres. Conforme divulgado pelo Palácio de Buckingham, ambos cancelaram seus compromissos públicos previstos para as próximas semanas, a fim de focarem em suas recuperações.

Charles III foi submetido a uma cirurgia na sexta-feira, 26 de janeiro, para tratar uma hipertrofia prostática "benigna". Ao receber alta, vestido formalmente, ele saudou a multidão que o aguardava na saída da clínica, acompanhado pela rainha Camilla.

Por outro lado, a situação de Kate Middleton gerou curiosidade pública devido à natureza misteriosa de sua cirurgia "abdominal", realizada treze dias antes. O Palácio informou que a princesa de Gales já está em casa, em Windsor, se recuperando satisfatoriamente. "A princesa voltou para sua casa em Windsor para continuar recuperando-se da cirurgia. Está tendo uma boa evolução", informou o comunicado oficial.

 

Foto: Reprodução/Redes sociais

 

Doença Misteriosa e Transparência no Caso do Rei

A discrepância na divulgação de informações sobre os casos médicos de Kate e Charles chamou atenção. Enquanto os detalhes da operação de Kate permaneceram em grande parte privados, gerando especulações da mídia, a condição do rei foi abertamente divulgada.

"A princesa permanecerá no hospital durante grande parte dos próximos quinze dias, indicando uma operação séria", reportou o The Times. Após a internação de Kate se tornar pública em 17 de janeiro, foi confirmado que a cirurgia não estava relacionada a um câncer. Em contraste, a transparência sobre a condição do rei foi utilizada como um incentivo para que homens realizassem exames de próstata. Esta abordagem resultou em um aumento significativo nas visitas ao site do NHS sobre doenças prostáticas.

 

Impacto na Monarquia

Os problemas de saúde de Charles e Kate tiveram um impacto considerável na família real, pois o príncipe William também reduziu suas aparições públicas para acompanhar sua esposa. Com isso, a rainha Camilla tornou-se quase a única representante da linha de frente da monarquia em atividade nos próximos dias.

Paralelamente, no domingo, 28 de janeiro, foi anunciado que a duquesa Sarah Ferguson, ex-esposa do príncipe Andrew e irmã de Charles III, está enfrentando um "melanoma maligno", um tipo de câncer de pele. Este anúncio adiciona mais um desafio de saúde à família real britânica.

Destaques