Tragédia no Amazonas: mãe e filho indígenas assassinados e menina violentada sexualmente

Família de origem boliviana é alvo de violência extrema; Polícia investiga o caso em Benjamin Constant

Por Plox

30/01/2024 15h01 - Atualizado há 6 meses

Um crime chocante ocorreu na cidade de Benjamin Constant, no interior do Amazonas, onde uma mãe e seu filho indígenas, de origens bolivianas, foram encontrados mortos a tiros em uma mata nesta segunda-feira (29). Paralelamente, a filha de 7 anos da mulher assassinada sofreu violência sexual.

Foto: Redes Sociais / Reprodução

A menina, vítima de abuso, foi descoberta por moradores da região no domingo (28), apresentando múltiplos ferimentos. Ela caminhava em direção à sua comunidade, levando à descoberta dos corpos no dia seguinte. Após ser socorrida, a criança foi encaminhada a um hospital e, sob cuidados psicológicos, relatou os eventos trágicos. Atualmente, ela está sob a custódia do pai.

A mãe, de 35 anos, e o irmão, de apenas 4 anos, foram encontrados com evidências de disparos de arma de fogo. Até o momento, a Polícia Civil do Amazonas não confirmou a qual tribo a família pertencia e manteve em sigilo suas identidades.

A investigação do caso está a cargo da 51ª Delegacia Interativa de Polícia de Benjamin Constant. As autoridades estão empenhadas em desvendar tanto a autoria quanto os motivos por trás desse ato de violência devastador, que abalou a comunidade local.

Destaques