No Twitter, Moro agradece apoio e Bolsonaro parabeniza civilidade nas manifestações

Atos foram promovidos em apoio ao ministro Moro, à operação Lava Jato, e pela aprovação da reforma a Previdência

Por Plox

30/06/2019 23h20 - Atualizado há quase 5 anos

Diante das manifestações que aconteceram nesse domingo, 30 de junho, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e o presidente Jair Bolsonaro, usaram suas redes sociais para agradecer o apoio das pessoas que se mobilizaram. Os manifestantes se reuniram em pontos estratégicos em todos os estados do país, em apoio ao ministro Moro, à operação Lava Jato, e pela aprovação da reforma a Previdência. Os atos foram promovidos depois que supostas mensagens teriam sido vazadas do telefone de Moro e integrantes da operação Lava jato, e foram divulgadas por um site que acusou o então juiz federal de parcialidade na condução da força-tarefa. 

Atos pró MoroAtos foram registrados em quase 200 de cidades- Foto: Divulgação

Moro escreveu em seu Twitter: "Sou grato ao PR @jairbolsonaro e a todos que apoiam e confiam em nosso trabalho. Hackers, criminosos ou editores maliciosos não alterarão essas verdades fundamentais. Avançaremos com o Congresso, com as instituições e com o seu apoio", postou o ministro. Moro também comentou, na mesma rede social, sobre como leva seu trabalho na pasta comandada por ele. "Eu vejo, eu ouço, eu agradeço. Sempre agi com correção como juiz e agora como Ministro. Aceitei o convite para o MJSP para consolidar os avanços anticorrupção e combater o crime organizado e os crimes violentos. Essa é a missão. Muito a fazer".

Jair Bolsonaro, por sua vez, fez duas postagens na rede social. Na primeira, parabenizou a civilidade dos manifestantes: “Aos que foram às ruas hoje manifestar seus anseios, parabéns mais uma vez pela civilidade. A população brasileira mostrou novamente que tem legitimidade, consciência e responsabilidade para estar incluída cada vez mais nas decisões políticas do nosso Brasil”, escreveu. A outra publicação, cerca de três horas após a primeira, o presidente lembrou que a mensagem do povo nas ruas, a quem chamou de ‘patrão’, foi direcionada aos políticos: "Parabéns a todos que foram às ruas nesse 30/06. A mensagem de vocês é p/ TODAS as autoridades: 'não parem o Brasil, combatam a corrupção, apoiem quem foi legitimamente eleito em 2018.' Respeito todas as Instituições, mas acima delas está o povo, meu patrão, a quem devo lealdade", finalizou.

Em 26 estados
Os atos foram registrados em 26 estados do país, em quase 200 cidades, segundo o site Metrópoles. Os manifestantes se reuniram em pontos estratégicos em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, a Praça da Liberdade concentrou participantes, assim como em Brasília, um dos locais foi a Esplanada dos Ministérios, em São paulo, a Avenida Paulista, e no Rio de Janeiro, a Praia de Copacabana.

Atualizada às 12h04
 

Destaques