publicidade



'Eu te amo, fica com Deus", diz filho ao pai, pouco antes de a barragem de Brumadinho se romper

31/01/2019

Paulo Aniceto Gomes vai à Estação do Conhecimento todos os dias, desde a catástrofe, em busca de notícias

publicidade

Éverton Guilherme Ferreira Gomes era só felicidade na sexta-feira (25). Empregado havia 30 dias na Progen, empresa terceirizada da Vale, o jovem, de 21 anos, tinha planos de se casar com a namorada, com quem estava há dois anos.

Naquele dia, Éverton, cujo posto de trabalho como gestor de qualidade era na sede da Progen em Nova Lima, foi a Brumadinho conhecer o chefe, que estava na Mina Córrego do Feijão.
 

(foto: Jair Amaral/EM/DA Press)

Pouco antes de a barragem se romper, o rapaz trocou mensagens via whatsapp com o pai, Paulo Aniceto Gomes, que não via há alguns dias.

"Bom dia pai ontem eu não fui porque estava em outra cidade e hoje estou de novo. Em Brumadinho. Minas Corrégo do Feijão. Eu te amo! Fica com Deus."

O pai respondeu. "Amém meu filho papai também te ama muitoooooo..."

Paulo Aniceto vai à Estação do Conhecimento todos os dias, em busca de informações sobre Éverton. Ele acredita que o filho possa ter escapado da tragédia.




'A circuncisão levou meu filho ao suicídio'

23/04/2019

Alex Hardy, de 23 anos, enviou um e-mail para a mãe explicando por que tinha decidido tirar a própria vida dois anos após ser circuncidado

publicidade

"Saiba que eu fui em paz e agora estou em paz, o que era impossível depois desta mutilação. Eu morri em 2015, não foi agora."

Lesley Roberts ficou em choque ao ler o e-mail de despedida do filho, Alex Hardy.


Amor e solidariedade incrementam doações do projeto ‘Bolsa Solidária’

23/04/2019

Alunos do Instituto de Educação Pilar se somam à campanha em prol de mulheres em situação de vulnerabilidade, com doação de mais de 200 bolsas. Público-alvo da iniciativa já é bene

publicidade

O projeto ‘Bolsa Solidária’, que tem como uma das principais colaboradoras e incentivadoras a atleta e economista Aline Franco Rocha, primeira-dama de Ipatinga-MG, ganhou novos aliados de peso nos últimos dias. Sensibilizados com a iniciativa, os alunos do Pilar Instituto de Educação também estão apoiando a ação, engrossando as doações de itens de higiene pessoal a mulheres em situação de vulnerabilidade social, o que resultou em mais de 200 unidades recheadas de produtos incorporadas à campanha. 

O projeto ‘Bolsa Solidária’, oficialmente lançado em Ipatinga em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, tem como principal objetivo reunir pessoas dispostas a colaborar com a criação, confecção e distribuição de bolsas contendo produtos de higiene pessoal e destinadas a mulheres mais necessitadas. 


Professor de inglês cria curso para alunos transexuais e travestis em igreja no Rio

23/04/2019

O jovem, que é transexual, disse que a ideia do curso surgiu depois que voltou de um intercâmbio no Canadá

publicidade

Thiago Projeto inglês para trans-Foto: Arquivo Pessoal/facebook

Thiago é o criador do Projeto Es(trans)geiros - Foto: Arquivo Pessoal

O jovem, que é transexual, disse que a ideia do curso surgiu depois que voltou de um intercâmbio no Canadá e que a proposta do Projeto Es(trans)geiros é ser uma ferramenta de mudança social e para realizar os sonhos daqueles que não têm condições financeiras de aprender a língua. No local, segundo o professor, o ambiente é de segurança e socialização, para que os participantes se sintam à vontade para aprender, sem julgamentos.

De acordo com Thiago, a realidade atual da população trans no país é de sofrimento e marginalização pela sociedade, com cenários de violência e até mortes. “A gente é impedido de acessar o mercado de trabalho e âmbitos educacionais. Só que eu tive o privilégio de aprender, mas a maioria das pessoas trans como eu não teve. Não sou uma regra, sou exceção”.

Projeto inglês para trans- Foto: Arquivo Pessoal

Aulas acontecem desde março, com cerca de 15 participantes- Foto: Arquivo Pessoal

O professor criou um financiamento coletivo (vaquinha) para dar início ao pojeto. O objetivo era arrecadar dinheiro para comprar material escolar e custear as passagens dos alunos. No começo, conseguiu R$ 100, mas depois, pessoas anônimas ajudaram com valores pela internet.

últimas notícias