Clínica Veterinária móvel em BH oferece cuidados a animais de pessoas em situação de rua

Projeto Bicho da Gente inicia atendimentos em Belo Horizonte com suporte da ONG Instituto Arbo e do Ministério Público de Minas Gerais

Por Plox

31/01/2024 10h43 - Atualizado há 5 meses

Uma iniciativa inovadora começou a transformar a vida de animais de estimação de pessoas em situação de rua em Belo Horizonte nesta terça-feira (30). O projeto Bicho da Gente, fruto da colaboração entre ativistas ambientais da ONG Instituto Arbo e membros do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), lançou uma clínica veterinária itinerante que proporcionará cuidados essenciais a esses animais.

Foto: Reprodução/TV Globo

Atuando duas vezes por semana, às terças e quintas-feiras, a clínica móvel planeja percorrer todas as nove regiões administrativas de Belo Horizonte. Durante dez meses, os serviços oferecidos incluem atendimento médico veterinário, além de banho e tosa, totalmente gratuitos para os animais tutelados por pessoas em situação de rua.

 

Foto: Reprodução/TV Globo

O primeiro atendimento do projeto foi realizado com Suzy, a companheira canina de Douglas Vasconcelos. "A Suzy é a nossa mascote. A gente não tem muitas condições de cuidar, então esse projeto é bom que ajuda a gente. E ela tá bem cuidada", expressou Vasconcelos, ressaltando a importância da iniciativa para o bem-estar de seu animal.

Luciana Imaculada de Paula, coordenadora Estadual da Defesa dos Animais do MPMG, destacou a relevância social do projeto. "É uma mensagem para o Brasil que nós, de BH, nos preocupamos com pessoas em situação de rua e seus afetos. Essas pessoas são desprovidas da sua residência, núcleo familiar, mas tem ali no pet sua única fonte de amor e convivência", afirmou.

Com um orçamento previsto de cerca de R$ 600 mil, obtido por meio de medidas compensatórias e indenizações ambientais, o projeto Bicho da Gente tem como meta atender mais de mil animais ao longo de sua duração. Esta iniciativa não apenas oferece cuidados veterinários essenciais, mas também transmite uma poderosa mensagem de compaixão e cuidado com a comunidade mais vulnerável e seus animais de estimação.
 

Destaques