O que você NÃO deve fazer como profissional de Marketing Digital

31/05/2019 16:53

É preciso entender que o Marketing Digital não se resume ao uso de apenas algumas ferramentas ou de ações isoladas

Publicidade

Embora abranja muitas áreas e atividades, o Marketing Digital nada mais é do que o uso de estratégias e ações no meio digital. Ou seja, é o Marketing sendo aplicado em canais como sites, blogs, redes sociais e outras plataformas. 


No entanto, há muita confusão e desinformação quando se fala no assunto, pois alguns profissionais, em sua maioria de outras áreas não relacionadas, confundem muito o seu conceito e suas aplicações. 


Por isso, se você está querendo iniciar no universo do Marketing Digital é importante saber o que não fazer e quais ações evitar para que suas estratégias e sua credibilidade não sejam postas em dúvidas. 
Neste artigo nós elencamos alguns tópicos e ações que se distanciam do Marketing Digital e que você deve evitar a qualquer custo. Acompanhe!


Programas de afiliados não é Marketing Digital 


Dentro do universo do Marketing existe em um nicho específico de negócio conhecido como Marketing de Afiliados onde há a indicação e venda de produtos digitais mediante o pagamento de comissões. 
Esse segmento de negócio geralmente é pautado pela produção de conteúdo, em especial, infoprodutos como e-books, videoaulas, podcasts e outros formatos de materiais. 
No entanto, mesmo que sejam utilizadas algumas estratégias similares, esse segmento de atuação não é sinônimo de Marketing Digital, pois possui particularidades únicas. 


Portanto, não confunda a venda de produtos digitais com a elaboração de estratégias e ações para impulsionar uma marca, produto ou empresa nos meios digitais. 


Enviar spam e links de afiliados sem consentimento


Um dos pilares do Marketing Digital é o uso do e-mail marketing para diversos tipos de campanhas. 
Entretanto, muitas pessoas ainda insistem na compra de listas de e-mails e na prática de enviar spam. O spam nada mais é do que o envio de mensagens sem o consentimento ou pedido do usuário. 
Nesse mesmo sentido, há também a mesma prática de alguns indivíduos que trabalham com Marketing de Afiliados com o envio de links de vendas no meio de conversas nas redes sociais. 


Ambas as práticas demonstra amadorismo e pode surtir o efeito de rejeição permanente por parte dos usuários. Por isso, evite ao máximo ser intrusivo com o envio de mensagens não solicitadas.

 
Não ter um site ou blog com domínio personalizado 


Blogs e sites são elementos essenciais dentro do Marketing Digital e por isso devem ser bem produzidos e explorados nas estratégias digitais. 


Sendo assim, mais do que ter um site ou blog, é preciso torná-lo profissional e um ótimo começo para isso é optar por um registro de domínio.  


Ter um domínio próprio transmite mais profissionalismo e personalidade ao seu projeto web, seja ele um blog, um site ou uma loja virtual. 


Além disso, ter um domínio registrado é muito simples e barato, pois no mercado existem diversas empresas que oferecem esse tipo de serviço. A Hostinger é uma delas. 


Achar que Marketing Digital se resume em posts em redes sociais


Outro grande erro de algumas pessoas e profissionais iniciantes é achar que postar em redes sociais é o mesmo que trabalhar com Marketing Digital. 


Embora faça parte da estratégia, o uso das redes sociais isoladamente não pode ser confundido com o tema como um todo. Ter um perfil no Facebook ou uma página no Instagram não é fazer Marketing Digital. 
Por mais que as mídias sociais sejam importantes, elas são usadas em conjunto para atingir resultados específicos como a geração de tráfego para sites e blogs.

 
Além disso, muitos acham que um perfil em alguma rede social substitui a importância que um canal único (como um site) tem para uma marca ou empresa. 


Achar que as métricas de vaidade são resultados finais 


Ainda aproveitando o tema sobre redes sociais, muitos profissionais acreditam que as “métricas da vaidade” são os objetivos finais no Marketing Digital.  Isso se afirma quando vemos algumas empresas e profissionais ostentando e divulgando os seus números de likes e hearts nos seus perfis. 


Essas métricas só são úteis quando as mesmas se convertem nas ações planejadas. E por falar em planejamento, poucos profissionais se dão conta desse planejamento prévio, principalmente em termos de resultados. 


Quando você como profissional, se der conta que as métricas da vaidade estão se sobressaindo sobre os resultados que efetivamente importam, é hora de repensar sobre suas estratégias. 


Não saber de onde vem os seus leads ou clientes


Um dos maiores objetivos, se não o maior, do Marketing Digital é atrair leads e clientes para o seu negócio. 


Sendo assim, saber de onde vêm os clientes é uma questão crucial para mensurar os resultados e esforços das suas ações. 


No entanto, não saber onde essa atração está sendo gerada ou qual canal ou estratégia está dando certo pode ser um ponto negativo, pois gera retrabalho e esforços desnecessários. 
Por isso, um dos grandes benefícios do Marketing Digital é a grande disponibilidade de ferramentas de análise e mensuração. O Google Analytics é um exemplo. 


Conclusão 


Mesmo sendo um iniciante na área, é preciso entender que o Marketing Digital não se resume ao uso de apenas algumas ferramentas ou de ações isoladas. É o conjunto de todas elas que formam as estratégias que vão gerar resultados. 


Por isso, antes de começar a atuar na área ou se você já atua, vale a pena reforçar ou repensar o que compõem o Marketing Digital e assim ter mais domínio sobre como executar um bom trabalho. 
 



Publicidade