Homem confessa estupro e assassinato de criança após buscar perdão em igreja

Pedreiro Edilson Amorim dos Santos, de 47 anos, confessou o crime brutal na Ilha do Governador, Rio de Janeiro.

Por Plox

31/05/2024 08h22 - Atualizado há 20 dias

Edilson Amorim dos Santos, de 47 anos, foi preso após confessar ter estuprado e assassinado Sophia Ângela Veloso Silva, uma menina de 11 anos, com 30 facadas. O crime ocorreu na última segunda-feira (27) enquanto a vítima ia para a escola na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Confissão na Igreja

Após cometer o crime, Edilson procurou a Igreja Universal para pedir perdão. Segundo relatos, ele atirou o corpo da criança em uma caçamba de lixo antes de se dirigir à igreja. A namorada de Edilson contou à polícia que ele chegou em casa desesperado e desorientado no dia do crime, alegando inicialmente ter disparado contra um colega de trabalho.

Edilson pediu à companheira que o acompanhasse à igreja para "se consertar e pedir perdão a Deus", mas ela recusou. Momentos depois, ele enviou uma foto para ela em frente à instituição religiosa.

 

Dinâmica do crime

Sophia Ângela Veloso Silva foi abordada pelo pedreiro enquanto ia para a escola. Edilson, que é irmão da ex-madrasta da vítima, cometeu o crime brutal e tentou ocultar o cadáver jogando-o em uma caçamba de lixo.

Relato da namorada e prisão

À Polícia Civil, a namorada de Edilson revelou que ele consumia bebidas alcoólicas diariamente e frequentemente demonstrava agressividade. O próprio Edilson confessou o crime às autoridades e agora enfrenta acusações de estupro de vulnerável, homicídio e ocultação de cadáver.

 

Repercussão e sepultamento

O corpo de Sophia Ângela Veloso Silva foi sepultado nesta quinta-feira (30) no cemitério da Cacuia, também na Ilha do Governador. Em meio ao luto, o pai da vítima, Paulo Sérgio da Silva, expressou sua dor: "Eu não sei como eu vou viver, estou tentando ficar de pé mas não sei como vou fazer. Ele destruiu a minha vida. A gente só vivia rindo. Ela chegava nos lugares e passava o amor que ela tinha para os outros, estava sempre com aquele sorrisão no rosto".

Destaques