Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Mulher mantida em cárcere privado, espancada e estuprada é resgatada em Minas

    O crime era cometido pelo namorado da vítima, com o auxílio de uma mulher de 57 anos que abrigou o suspeito na casa dela

    Por Plox

    01/04/2021 18h43 - Atualizado há 7 meses

    A Polícia Civil resgatou, nesta quarta-feira (31), uma mulher de 22 anos que era mantida em cárcere privado com os dois filhos, espancada e estuprada em uma casa em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Os suspeitos do crime são uma mulher de 57 anos e o namorado da vítima, de 27 anos. Um homem de 70 anos, companheiro da suspeita e que também morava na casa, não foi preso por que necessitava de cuidados especiais e não tinha como fazer nada para ajudar a vítima. 

    A mulher contou à polícia que o namorado tinha saído da prisão em dezembro e, desde então, estava morando de favor na casa de um casal. “No dia 23 de março esse suspeito encontrou com a vítima que contou que após um desentendimento foi obrigada a ir morar com o suspeito e o casal - a mulher de 57 anos e o homem de 70”, contou a delegada Tatiana Carvalho Paiva, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, em Patos de Minas. 

     

    Mulher foi agredida e estuprada por uma semana (Imagem Ilustrativa)  Foto: Pixabay / Reprodução
    Mulher foi agredida e estuprada por uma semana (Imagem Ilustrativa)Foto: Pixabay / Reprodução

    Ainda de acordo com a delegada, a vítima contou foi trancada na casa e era frequentemente agredida pelo suspeito, que ainda a estuprava, já que mantinha relações sexuais sem o consentimento dela. “As crianças não eram agredidas, mas as vezes ele colocava a mais velha de castigo quando não gostava de alguma conduta dela”, conta a delegada. 

    O suspeito passou uma semana em casa de atestado médico e afastado do trabalho. No período, ele manteve a vítima em cárcere, escondendo as chaves da casa dela e a vigiando para que não tentasse pedir ajuda. No dia em que ele voltou a trabalhar, a vítima conseguiu pegar as chaves e sair da casa. A mulher procurou a delegacia. 

    “Ela estava com hemorragia nos olhos e foi levada a um hospital. A vítima vai passar por exames periciais também”. Segundo a delegada, além do namorado da vítima, a mulher de 57 anos que também morava na casa foi presa.  “Ela sabia das agressões e do cárcere privado e nada fez. A vítima pediu para ela as chaves um dia para sair da residência, mas a suspeita não deixou”, complementa a policial. Em depoimento à polícia, a suspeita alegou que não deixou a vítima sair por que estava muito tarde. Ela confirmou as agressões que a mulher sofria.

    O suspeito negou o crime e disse que a comp foi morar com ele por livre e espontânea vontade. Ele disse também que não agrediu e nem estuprou a namorada.  O idoso de 70 anos que era companheiro da suspeita não foi preso. “Ele é parcialmente cego e necessita de cuidados, então não tinha como ele fazer denúncia ou libertar a vítima”, explica a delegada.

    Os dois suspeitos foram encaminhados ao sistema prisional. O homem tem passagens policiais por tentativa de homicídio. O caso segue em investigações. 
     

    Fonte: https://www.otempo.com.br/cidades/mulher-mantida-em-carcere-privado-espancada-e-estuprada-e-resgatada-em-minas-1.2466878
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]