Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Cidade mineira é condenada pelo sumiço de restos mortais de homem em cemitério

    Município repassou jazigo para terceiros sem avisar a família

    Por Plox

    01/09/2021 13h44 - Atualizado há cerca de 2 meses

    A cidade de Ervália, na Zona da Mata de Minas Gerais, foi condenada a indenizar, em R$ 10 mil, a neta de um homem cujos restos mortais sumiram do cemitério público onde estava enterrado. A decisão foi publicada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais nessa terça-feira (31).

    De acordo com a mulher, o pai dela havia enterrado o avô no cemitério da cidade. Depois de um tempo, ele adquiriu o jazigo para evitar que os restos mortais dele fossem transferidos. 

    Restos mortais de homem desapareceram em cemitério de Ervália Foto Foto: Pixabay/reprodução
    Restos mortais de homem desapareceram em cemitério de ErváliaFoto: Pixabay/reprodução

     

    Quando o pai da mulher morreu, ela quis enterrá-lo no mesmo jazigo onde estariam os restos mortais do avô, mas descobriu que eles não estavam lá mais. Ao questionar o município, o responsável pelo cemitério, este alegou que o espaço tinha sido vendido para terceiros e que desconhecia o destino dos restos mortais do avô dela.

    Ela foi à Justiça para pedir indenização, e o município alegou que a família não poderia mais usufruir do jazigo, pois havia deixado de pagar por ele.

    Juiz responsável pelo caso, Geraldo David Camargo avaliou que não havia comprovação de pagamento do jazigo, mas tampouco o município havia comunicado aos proprietários que poderiam perder o espaço por falta de pagamento. Diante disso, o magistrado estipulou o valor de R$ 10.000 de indenização. 

    Fonte: https://www.otempo.com.br/cidades/cidade-mineira-e-condenada-pelo-sumico-de-restos-mortais-de-homem-em-cemiterio-1.2535651
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]